Seu Carrinho
Fechar alternativas ícone
Frete Ok

Viver com responsabilidade ambiental é mais caro?

Seta Fina Esquerda ícone
Viver com responsabilidade ambiental é mais caro?
Pergunte às pessoas ao redor se elas acreditam que viver com responsabilidade ambiental é mais caro e a maioria provavelmente vai te dizer que sim. Isso porque muito do que entendemos sobre responsabilidade ambiental hoje tem a ver com produtos e não com ações. Há um conceito errôneo por aí de que viver mais verde é sobre comprar produtos melhores, quando, na verdade, viver mais verde é também sobre isso, mas é muito mais sobre comprar menos e ter um pouco mais de consciência com relação a produção dos produtos. Ações que não custam nada, como se esforçar para garantir a coleta seletiva na sua casa, comer frutas e verduras da época e aproveitar os alimentos de maneira integral, por exemplo, devem ser pensamentos rotineiros de quem se preocupa com o meio ambiente. Entretanto, essa noção de que uma vida mais sustentável é mais cara não é só uma característica brasileira. Em parceria com Harris Poll, o Trulia lançou o estudo “Não É Fácil Ser Verde” (It Ain’t Easy Being Green). Eles recolheram mais de 2000 respostas a um questionário online e descobriram que muito do entendimento de ‘ser verde’ reside em comprar coisas melhores, como um carro elétrico ou painéis solares para as casas. Mais de 50% das respostas ao questionário apostam na compra de novos materiais e não em alternativas ao consumo e ações diárias para uma vida mais sustentável.  As opções mais baratas como viver em casas menores, usar de opções de compartilhamento e comprar coisas usadas representaram apenas 26%, 16% e 13% respectivamente das respostas sobre ações entendidas como ecofriendly. "Se mudar o pensamento sobre o meio ambiente é difícil, mudar o comportamento é ainda mais difícil . Mas, afinal, a resposta aos problemas ambientais globais provavelmente não vai vir na forma de lavadoras e TVs de alta eficiência. Em vez disso, ela vai vir por meio de mudanças coletivas de escolhas pessoais e de comportamento e melhoria da eficiência.” - Não É Fácil Ser Verde Para Cristal Muniz, a blogueira brasileira do Um Ano Sem Lixo, que vem pautando o assunto e vivendo com responsabilidade ambiental já há mais de um ano, é exatamente esse padrão de pensamento que nos diz que não precisamos parar de comprar, mas sim comprar coisas melhores, responsável por fazer a vida com responsabilidade ambiental ser mais cara. “Acho que o principal é saber que ser mais consciente implica em mudar os hábitos de consumo e não só os produtos que a gente usa. Não é mais sustentável continuar tendo 5 hidratantes em casa se você mal consegue dar conta de 1, mesmo que todos sejam orgânicos e sustentáveis. Eu tento só comprar o que eu realmente preciso, quando realmente acaba”, explica Cristal. “Se você simplesmente trocar as versões de farmácia/normais da vida por orgânicas, com certeza vai gastar mais dinheiro. Mas se você comprar só aquilo que você realmente precisa, provável que passe a economizar”. A ação de comprar é entendida pela nossa sociedade como a saída mais fácil para qualquer problema: compre melhor, compre mais verde, compre mais sustentável, compre mais ou apenas compre qualquer coisa. Porém, para viver na sociedade desejada, mais verde e ecofriendly, comprar não deve ser a única nem mais importante saída, afinal, é uma opção restrita apenas a quem tem poder de compra. Pensar e agir a partir do que é possível, acessível e coletivo faz muito mais sentido. Reduzir o impacto está vinculado também a reduzir gastos e a quantidade de recursos necessários – incluindo também o financeiro. Sendo assim, a resposta é que não precisa ser rico para viver uma vida com responsabilidade ambiental.  

Deixe um comentário

x