Seu Carrinho
Fechar alternativas ícone

Calce Uma Causa

Um dia em Ilha Grande, no Rio de Janeiro

Um dia em Ilha Grande, no Rio de Janeiro
Que me perdoem a incoerência de começar um texto já contradizendo o título, mas, se eu puder dar uma só dica sobre Ilha Grande, ela seria para não passar só um dia lá. O motivo?
Vila do Abraão Vila do Abraão
Quer mais um?
Lopes Mendes Lopes Mendes
Essa ilha, que fica a umas duas horinhas do Rio de Janeiro (contando o tempo de ônibus mais o barco para chegar lá), é um paraíso recheado de pequenas praias, extensas faixas de areia, verde - muito verde! -, cachoeiras e cantinhos bonitos até onde sua visão alcançar. Por isso, para melhor desfrutar de todas as maravilhas que tornam a ilha esse lugar encantador, o ideal seria passar alguns bons dias lá e curtir tudo com a calma que o ritmo da maré vai naturalmente impor em você. Lá no centrinho, na Vila do Abraão, você vai encontrar diversas agências de turismo que oferecem esses passeios. O que varia de uma pra outra é o valor, mas são todas dentro da mesma faixa e sempre rola pechinchar quando estiver em grandes grupos. Minha dica seria escolher o passeio que dá a volta completa e passa nas praias Caxadaço e Aventureiro (minhas preferidas), e também na mágica Lagoa Azul, um dos melhores lugares da ilhas para praticar snorkeling.
C000837-R1-18-8 Praia do Aventureiro
Como o passeio é longo - começa as 09h30 e vai até umas 17h30 -, é  importante começar o dia com um café bem reforçado, e a dica para um bom desjejum é uma boa tigela de açaí ou uma tapioca e um suco em algum dos diversos cafés e restaurantes da ilha. Também é importante levar alguns reforços refrescantes para o dia, porque a combinação sol + água vai certamente te deixar com fome. Frutas são o ideal, e você pode comprar umas bem fresquinhas nas tendas da Vila.
(sem falar que poucas coisas na vida são tão agradáveis quanto saborear uma fruta fresquinha, com essa vista, na sombra de árvores) (sem falar que poucas coisas na vida são tão agradáveis quanto saborear uma fruta fresquinha, com essa vista, na sombra de árvores)
Lá pelo final do passeio, todos os barcos param em uma praia onde é oferecido almoço, que você pode encomendar do cardápio antes de chegar lá (o próprio pessoal do passeio organiza tudo!), ou se servir no buffet. No cardápio, vão ter várias opções de friturinhas, de peixes e acompanhamentos, então dependendo das suas restrições e filosofias, é legal consultar as opções antes.
Terra à vista. Terra à vista.
Quando você retornar a Ilha, provavelmente vai estar bem acabado, então essa é a hora de dar uma descansada, para poder curtir a noite depois. Aqui, não precisa se arrumar, tirar o chinelo ou gastar muito: a melhor noite é a que rola na rua mesmo, na frente da pracinha, onde músicos tocam sons ao vivo até a meia noite. O melhor do show?  Assistir a mistura entre os locais,turistas, brasileiros e gringos todos juntos arriscando uns passinhos embriagados  ao som do melhor da música popular brasileira. Tudo isso embalado, é claro, a tradicional cerveja litrão - retornável, de preferência. :)
Continue lendo

A Insecta pousa no Paraty Eco Festival

A Insecta pousa no Paraty Eco Festival
O Paraty Eco Festival é um evento realizado desde 2011, com o nome de Paraty Eco Fashion, pelo seu foco em moda sustentável. O objetivo sempre foi discutir sustentabilidade, respeito ao meio-ambiente e valorização do conhecimento artesanal tradicional, tudo isso ligado a projetos e iniciativas inovadoras. Esse ano, se transforma em um Festival, com programas de teatro, artes plásticas, design, além dos já tradicionais eventos, como o concursos de artesanato, a Feira Criativa, shows, desfiles, ciclo de cinema e palestras. Criado e planejado pelo Instituto Colibri e o Instituto Rio Moda, o Paraty Eco busca exibir e valorizar técnicas artesanais de populações tradicionais locais e do resto do país, por seu valor estético e funcional, preservando nosso patrimônio cultural imaterial. Além de incentivar e valorizar a cultura local e artesanal, também busca indicar caminhos para crescimento de iniciativas ligadas à sustentabilidade. E olha só que bacana: a Insecta vai dar as caras por lá também! A Bárbara Mattivy - uma das fundadoras da marca - contará um pouquinho sobre a trajetória do besouro. Anota aí: a palestra vai ser na sexta, dia 21, às 15h30. Se programa e vem. :) 13912896_1741596689391264_1171899694518141033_n Continue lendo

Um dia no Botafogo, Rio de Janeiro

Um dia no Botafogo, Rio de Janeiro
Botafogo é um bairro da Zona Sul do Rio de Janeiro que passou por um processo de transformação nos últimos anos e destacou ainda mais a sua característica boêmia. O Soho carioca, em referência ao bairro artístico nova-iorquino, carrega em si uma alma descontraída e está sempre bem movimentado; seja pelas escolas, escritórios e centros empresarias que lotam as ruas de gente na hora do almoço ou pelas múltiplas opções de programação noturna, sua melhor faceta. Botequins, cinemas de rua, polo gastronômico e centros culturais são algumas das atrações que Botafogo oferece. Além, é claro, da bela vista da Enseada de Botafogo para a Baía de Guanabara e o Pão de Açúcar. Tem muito o que se fazer, ver, comer e comprar em Botafogo. Suas ruas principais, Voluntários da Pátria, São Clemente e Mena Barreto, mais movimentadas, convivem com um outro lado do bairro, com ruas perpendiculares graciosamente menores e arborizadas, e até mesmo, pequenas vilas de casas antigas e sobrados. Hoje, esse guia de um dia do bairro carioca vai falar um pouco mais sobre os brechós, sebos, livrarias e comidas vegetarianas maravilhosos que encontramos por ali. Vamos começar o dia no final da Rua Voluntários da Pátria, essa região fica coladinho ao bairro Humaitá, ela será nossa referência geográfica para o guia. Já indo para as compras, dois brechós valem a visita: Brechó Só Traças e Acervo Retrô. Neles, você vai encontrar itens de decoração, roupas, sapatos e acessórios. Kate Moss visitou um deles na sua vinda ao Rio de Janeiro. Isso quer dizer algo, não? Aproveitando o percurso dos brechós, pare no meio do caminho para um suco com misturas de frutas criativas, como caju, abacaxi e cardamomo, é sempre uma boa pedida. O Naturalie Bistrô, localizado na Rua Visconde de Caravelas, é um vegetariano que todo mundo que vai, recomenda. Vale a visita na hora do almoço, o estabelecimento fica aberto até as 16h e possui um cardápio que muda sempre, para valorizar ingredientes sazonais, sempre priorizando os orgânicos. No quarteirão seguinte fica A Comuna, um lugar conectado com a economia criativa, que une bar e restaurante, um espaço expositivo (Casamata) e uma livraria compartilhada (A Bolha Editora). O grupo comuna desenvolve projetos em rede nos pilares de música, arte, publicações e comida/bebida, por isso o espaço já foi sede de algumas edições da Junta Local, uma iniciativa que promove um encontro/feira entre consumidores e produtores locais, oferecendo produtos por um preço justo. É bom ficar ligado nos eventos que eles fazem, são imperdíveis!
Verde por todos os lados Verde por todos os lados
Sobre a cozinha da Comuna, ela não passa desapercebida com pratos diferentes e deliciosos. Um destaque especial para o hambúrguer vegetariano Sakamoto, com tempurá de shimeji da Junta Local e picles de cenoura, nabo e maionese de coentro. Recomendo fortemente comprar a parte o molho picante de sweet chilli, é simplesmente incrível! Outra opção para o almoço, descendo em direção a praia de Botafogo, é o escondido Refeitório Orgânico, na Rua Dezenove de fevereiro, 120 - considerado por muitos um dos melhores vegetarianos da cidade. Com toque budista, o restaurante tem dois andares; o primeiro oferece o cardápio à la carte com opções de prato do dia e o segundo andar um buffet com muita variedade onde come-se à vontade por um preço bem amigo. Seguindo, nossa próxima parada é o tradicional sebo Baratos da Ribeiro, que após o fechamento de sua loja em Copacabana, se mudou para Botafogo, na Rua Paulino Fernandes, 15. Confie na seleção deste lugar, uma das pepitas cariocas para discos de vinil e livros. Um só problema, sair com as sacolas cheias. Sobre sebos, ainda existem 2 que valem a sua visita. O primeiro, mais tímido, é o Sebo do Natal que é uma banca perto da saída do Metrô. Há 4 anos o Natal, como é apelidado o simpático dono, vende gibis e livros diversificados para os transeuntes que passam em direção ao Metrô.  Já o segundo, há 14 anos em Botafogo, o Luzes da Cidade fica dentro do cinema de rua, Cine Estação Rio. O sebo/livraria tem um acervo extenso de livros, cd’s, dvd’s e discos de vinil. Quase chegando no início da Voluntários da Pátria, encontramos um lugar para sentar, tomar uma cerveja e descansar depois desse longo passeio. House of Food Botafogo, na Void, é daqueles lugares que sempre tem uma boa surpresa gastronômica. Com a cozinha aberta para experimentações e competições, sempre recebe gente muito boa. Foi assim que a Vegtal surgiu por ali, e hoje, atende a de alimentação saudável nas ruas, eventos, feiras e projetos independentes. Com um cardápio que vai desde hambúrguer de feijão com molho de alho, vinagrete e rúcula, até falafel de abóbora e sobremesas feitas de forma artesanal. Uhlalá! Depois desse percurso, o que nos resta é a vista pra Baía de Guanabara e a certeza de que aos sábados das 7h às 13h acontece a Feira Orgânica em Botafogo, uma outra ótima oportunidade de começar o dia bem, aproveitar a caminhada e comer coisas gostosas. Continue lendo

Lançamento collab 1 entre Insecta Shoes e Benta Studio

Lançamento collab 1 entre Insecta Shoes e Benta Studio
  Hey, Rio de Janeiro, estamos chegando! No próximo dia 30 de agosto vamos lançar em primeira mão uma edição limitadíssima entre duas marcas recheadas de cores, formas e alma. Oxfords exclusivos e veganos da Insecta Shoes, feitos com retalhos e lindas estampas Benta Studio. Olha só um preview do que vem por aí: Processed with VSCOcam with g3 preset Confirma sua presença clicando aqui. Sábado - 30 agosto A partir das 16h Rua Visconde de Carandaí, nº 20 – Jardim Botânico. Rio de Janeiro insecta + benta Continue lendo
x