Seu Carrinho
Fechar alternativas ícone

Calce Uma Causa

Que comecem as trocas: aplicativo do Roupa Livre no ar

Que comecem as trocas: aplicativo do Roupa Livre no ar
É com muita alegria que anunciamos que o app do Roupa Livre está no ar! Acompanhamos esse projeto desde o comecinho, sempre apoiando e incentivando, porque parte de uma ideia que tem tudo a ver com a Insecta: reaproveitamento. Para quem ainda não conhece, o Roupa Livre foi idealizado por Mari Pelli, Elisa Dantas e Gabriela Mazepa. A missão delas é transformar o olhar que as pessoas têm sobre as roupas, difundindo o reaproveitamento do que já temos, o consumo consciente, a troca, as reformas, reciclagem, upcycling, enfim: tudo que pode ser feito para consumir menos e aproveitar melhor o que já existe. O trabalho começou com as oficinas de Re-Roupa, voltadas para customização e upcycling. 16265884_1804560346531452_4443863808514857984_n A ideia seguinte foi criar um app para celular que funciona nos moldes do Tinder para conectar pessoas que querem trocar ou emprestar roupas. O que começou de uma ideia ganhou campanha para financiamento coletivo, e com o apoio de 315 financiadores o aplicativo se transformou em realidade! Agora é possível baixar para Android e para iOS, cadastrar, colocar as fotos das roupas que quer trocar ou emprestar e torcer para dar match com as peças que você curtiu por lá! 12119066_1515188362135320_1597010172511519133_n Saiba mais sobre o projeto aqui e veja mais detalhes sobre o aplicativo aqui. Continue lendo

#FeitoNoBrasil: Gabriela Mazepa

#FeitoNoBrasil: Gabriela Mazepa
Foi Curitiba a cidade responsável por receber Gabriela Mazepa nesse mundo. Ela cresceu dentro do atelier da mãe , então desde pequena se acostumou com rolos de tecidos e máquinas de costura. Gabi deixou o Brasil para estudar na França e sempre se envolveu com o upcycling. Durante 7 anos, apreendeu e colaborou com diversos projetos sobre o tema chegando a ser finalista do prêmio British Council IYFE (International Young Fashion Entrepreneur). Já com muita bagagem e experiência na área, a estilista deixou a Europa e foi conhecer uma realidade completamente diferente, a de Colombo, no Sri Lanka, trabalhando no upcycling em uma das maiores empresas de vestuário da Ásia. Em 2012, voltou ao Brasil, direto para o Rio De Janeiro, e lançou sua marca homônima onde todas as peças são feitas com a técnica do upcyling, claro! Todas as peças da Gabriela Mazepa são feitas com excedentes da indústria ou com roupas de brechó. Para transformar o que já existe em roupa nova, sem reciclar, é preciso uma boa dose de criatividade, talento e vontade de por a mão na massa, e isso essa curitibana tem de sobra. SSSSSS Há quem confunda a sua marca, Gabriela Mazepa, com seu projeto Re-Roupa. Ambos têm o mesmo conceito: reaproveitar o que já existe por meio do upcycling. Porém, a essência do Re-Roupa está em ensinar, em passar todo o conhecimento adquirido pela estilista ao longo de todos esses anos, para pessoas, empresas e novos estilistas. O Re-Roupa é um projeto cuja missão é mostrar para as pessoas que dá para fazer coisas muito boas com as roupas que já existem no mundo. Inclusive, por meio do Custom Clothing, quem quiser pode enviar uma peça parada no armário para a Gabi transformar em uma outra peça, nova e com mais chances de uso, em 7 dias. Por meio do Re-Roupa, a Gabi já colaborou com a Farm, com o Roupa Livre, com o Instituto IED... E a lista não para de crescer. Apesar da Gabi morar no Rio, ela não para por lá. O Re-Roupa vive viajando pelo Brasil. Também é possível encontrar as peças da sua marca, Gabriela Mazepa, não só online como em lojas pop-ups e eventos de criadores. Continue lendo
x