Calce Uma Causa

Brasil Eco Fashion Week: uma moda mais sustentável é possível

Brasil Eco Fashion Week: uma moda mais sustentável é possível

Bom mesmo é ver o que a gente acredita ganhando cada vez mais força, né? Por isso queremos te contar, com muita alegria, que a Insecta estará no primeiro grande evento dedicado à moda brasileira com foco na sustentabilidade - a Brasil Eco Fashion Week, ou BEFW. Vai rolar no Unibes Cultural, no Sumaré, zona oeste de São Paulo entre 22 e 24 de novembro (com uma abertura só pra convidados no dia 21), então já vai separando um espaço na agenda pra dar um pulo. É imperdível e aberto a todos que quiserem visitar. ♡

Feito nos moldes da Eco Fashion Week, que rola desde 2010 no Canadá, a nossa semana de moda também é pensada para apresentar soluções e mostrar pra todo mundo que um consumo mais consciente é possível. Aliás, o BEFW vai muito além de um evento de moda, porque não fica limitado a lançamentos de coleções e modismos. A proposta é dar força a novas ideias, conectar quem faz com quem quer consumir essa moda mais sustentável e ainda apresentar essa possibilidade pra quem não conhece.

A gente vai participar do showroom, que é um espaço inovador no evento. Além das vendas para varejo e atacado, será aberto para a visitação do público. Além de nós, mais de 30 marcas estarão por lá esperando pra mostrar a sua produção sustentável pra quem quiser conhecer. Quem visitar a BEFW pode participar de várias atividades, oficinas, palestras, workshops e rodas de conversa. E pra pausa entre uma atividade e outra, terá praça de alimentação com slow food pra recarregar as energias com saúde. O evento é gratuito, mas é necessária uma inscrição prévia. 

Brasil Eco Fashion Week

Onde: Unibes Cultural - Rua Oscar Freire, 2500

Quando: Dias 22 a 24 de novembro das 10h às 21h

Mais informações e programação completa no site oficial. 

Continue lendo

Tem novo editorial transpirando feminilidade no ar

Tem novo editorial transpirando feminilidade no ar
 O poder feminino, sob um viés muito mais essencial e latente, é um assunto em ascensão e nos inspira sempre. E foi esse universo místico com toda sua sensibilidade que nos guiou para o desenvolvimento da nova coleção da Insecta, ganhando força com o Dia Internacional da Mulher e culminando em um editorial lindo e cheio de inspiração. 20170313_121_INSECTA FEMININO Em nosso novo editorial intitulado "Feminino" abordamos o resgate da essência da mulher, sororidade e autoconhecimento através de imagens suaves, cores lavadas e texturas leves. As fotos foram feitas de forma analógica pela Cacá Cornelsen, que também assinou nosso vídeo de relançamento da Argia, lembra? A atmosfera mística e o poder feminino primitivo são reforçados por elementos como cristais, luas, florais e texturas como veludo, presentes também nas estampas dos sapatos dessa coleção. 20170313_113_INSECTA FEMININO 20170313_103_INSECTA FEMININO O clima é intimista e retrata mulheres reais que admiramos: Paula e Milena, integrantes do Sementes Negras, Paola Alfamor, tatuadora e ilustradora, Tati Vidal, fundadora do Piña Fresh trabalham em contato direto ou indireto com projetos de empoderamento feminino. Além disso, elas são mostradas com todo potencial da sua beleza natural. Não há retoques ou tratamento nas fotos. A luz é natural e a maquiagem é opcional, feita pelas próprias modelos conforme seu gosto. 20170313_152_insecta feminino 20170313_170_INSECTA FEMININO Também criamos um manifesto para pôr em palavras as imagens do editorial: Que nossa força seja virtude, não insulto Que nossa sensibilidade nos liberte, não limite Que tenhamos cuidado - umas com as outras e com nós mesmas,  E que ser mulher não mais nos defina, mas nos emancipe. Porque ser mulher é transcender um limite físico e carregar em si um universo de contrastes. É se virar sozinha mas poder contar com a outra. é saber e é sentir. É tecer o seu próprio significado do que é ser mulher. > Confira o editorial completo clicando aqui! 
Continue lendo

6 Passos Para Um Guarda-Roupa Amigo Dos Animais

6 Passos Para Um Guarda-Roupa Amigo Dos Animais
Muitas pessoas nem sabem, mas pendurado em nossos cabides e guardados em nossas sapateiras há produtos que precisaram de muito sofrimento e dor para chegarem até ali. Lã, couros, seda, cashmere, angorá, pelos e peles no geral são todas matérias-primas ‘retiradas’ de animais em métodos cruéis e em um escala que torna impossível a garantia de bem estar dos mesmos – estima-se que cerca de 1 bilhão de animais mortos anualmente pela indústria da moda. O lado bom é que, ao contrário do que parece, é bem possível construir um guarda-roupa amigo dos animais e livre de crueldade. É preciso um pouco de dedicação, principalmente no começo, mas depois tudo vai ficando mais fácil. E se você está pensando que vai precisar mudar seu estilo, você está enganado, há muitas opções boas por aí e provavelmente alguma delas tem exatamente a sua medida. Com nosso passo-a-passo bastante simples e eficaz, vai ficar muito mais fácil construir um armário mais consciente:   1 - Seja Curioso E Se Informe O passo mais importante e que vai realmente te ajudar a entender o que significa comprar produtos de moda com matéria-prima de origem animal e porquê é importante pensar sobre isso é a informação. Pesquise da onde vem o couro de boi, bezerro, porco ou cabra. Da onde vem a lã? Da onde vem o couro de crocodilo? Da onde vem a seda e as penas? Da onde vem a pele? Como esses materiais são produzidos, em quais condições para os animais? Questione-se e procure as respostas. 2 - Não Jogue Nada Fora Depois que você entendeu algumas coisas, provavelmente seu olhar em relação às peças feitas usando animais de matéria-prima não será mais o mesmo. Mas não é necessário jogar o que você já tem fora e comprar coisas novas. Faça bom uso das jaquetas, sapatos e casacos já que você já comprou e lá estão eles (a não ser que você realmente se sinta mal com isso, nesse caso doe as peças para organizações que farão bom uso delas). A ideia é ficar atento e fazer compras livres de crueldade de agora em diante. 3 - Crie O Hábito De Ler A Etiqueta De Composição Se você não era uma pessoa acostumada a ler a etiqueta de composição das peças (essa aqui), agora é importante que você crie esse hábito porque nem sempre é possível saber de qual matéria-prima a peça é feita só de olhar para ela. Em produtos como sapatos e bolsas, se você não achar a informação, pergunte ao vendedor. Se você estiver fazendo uma compra online e essa informação não estiver disponível, mande um email para o SAC do e-commerce. Lembrando que as marcas são obrigadas por lei informar corretamente aos clientes sobre a matéria-prima de seus produtos. 4 - Pesquise Marcas E Alternativas Grandes marcas dessas de shopping contam com várias opções de produtos feitos com matérias-primas naturais e sintéticas. Sapatos, bolsas e roupas podem ser encontrados facilmente nas prateleiras das grandes magazines. Entretanto, a missão fica mais difícil se você quiser produtos de luxo, afinal produtos de origem animal ainda significam status. A escritora Tansy Hoskins nos lembra:  “o que é uma bolsa de pele além de um sinal de que você é rico e poderoso o suficiente para comandar e destruir a natureza?”. Se você estiver em busca de produtos de luxo, a dica é Stella McCartney (que usa lã e seda), mas não usa couros e peles. Também dá pra se aventurar em sites estrangeiros e marcas estrangeiras que vendem e produzem itens bastantes  refinados como Jill Milan e Freedom of Animals. No Brasil, temos muitas marcas entre o luxo e os produtos mais populares. Dá uma conferida na coluna mensal Feito No Brasil para encontrar várias dicas de marcas brasileiras e que não usam matérias-primas de origem animal em sua produção. 5 - Siga Pessoas Que Já São Experts No Assunto Se você pensa que não temos blogueiras especialistas no tema por ai, você está enganado. O PETA tem até um prêmio dedicado às veganas com o melhor estilão e a Love and Blossoms levou o prêmio esse ano como a mais bem vestida no Reino Unido. A Eslovênia Sasa, do Duckalicious é outro nome queridinho. No Brasil, temos meninas especializadas em beleza, mas não conhecemos nenhuma de moda. Conhece alguém? Deixa a dica nos comentários! 6 - Compre De Segunda Mão Uma outra dica é que, principalmente para produtos mais duradouros como casacos e jaquetas, comprar de segunda-mão em brechós e bazares é uma maneira de não colaborar com a matança e ainda dar mais vida útil a peças que custaram tão caro para os animais. Ao mesmo tempo, é uma boa alternativa para encontrar itens únicos e realmente exclusivos. Continue lendo

#FeitoNoBrasil: VOA

#FeitoNoBrasil: VOA
As cariocas Lola Vaz e Nathalie Kuperman fundaram a VOA em 2015 com uma coleção minimalista, fazendo uso da prata e do ouro, e de pedras como diamantes, turmalinas, e pedra portuguesa (ou basalto negro). Essa última nunca tinha sido usada na joalheria antes, mas é bastante conhecida por fazer parte do calçadão carioca de Copacabana e de várias outras calçadas do Brasil e de Portugal. Nathalia trabalhou por 15 anos como estilista e foi em um curso de ourivesaria, em 2014, onde conheceu a sócia Lola, que antes da VOA trabalhava com design gráfico e estamparia. 12370649_1652723625001674_3200574351452419786_o 12339590_1652723915001645_4853576604324757957_o O resgate sempre esteve presente no trabalho da VOA, tanto que para fazer as peças piloto da marca a dupla resgatou pontas de caneta tinteiro de ouro 14k na antiga loja do avô de Lola e as entregou na mão de ourives para serem refinadas e transformadas em ouro 18k. Um verdadeiro trabalho de reciclagem e reuso. Para além da história, Nathalia e Lola são fortemente influenciadas pelas artes e pela natureza. Foi a natureza, inclusive, que inspirou o nome da marca. VOA vem da sensação de liberdade do voo. A história da VOA tá só começando e nossa dica é que você acompanhe esse voo no Instagram e no site oficial da marca. 12828294_1682794048661298_6631231180480229605_o        Continue lendo

Fotos da inauguração da primeira loja física Insecta em SP

Fotos da inauguração da primeira loja física Insecta em SP
Pra quem ainda está por fora, no último dia 18 de fevereiro rolou a inauguração do primeiro casulo paulista! Agora quem mora em São Paulo, ou até mesmo está de passagem pela capital, pode ver os besouro de perto. Além dos já conhecidos Scarabeus, Papilios, Stellis, Cordulias, Vedalias e Cidadas, você também pode conferir os óculos super originais da Zerezes. Na noite de lançamento teve: bons sons, muita gente bacana, delicias veganas, além de bebidas pra amenizar o calor que vem fazendo por aqui. Olha só o que rolou: _Q6A2808 _Q6A2872 _Q6A2976 Ainda não conhece o nosso espaço? Então cola aqui: Rua Artur de Azevedo, 499 - Pinheiros. De segunda a sábado, das 11h às 20h. _Q6A2828 _Q6A2618 Para conferir o restante das fotos, clique aqui! Continue lendo

Ajude o app da Roupa Livre acontecer!

Ajude o app da Roupa Livre acontecer!
Lembra quando nós contamos do projeto Roupa Livre aqui no blog? Pra quem ainda não conhece, é uma iniciativa muito linda que propõe uma relação mais consciente com o que a gente veste. A ideia é parar de comprar tanto e repensar o que já temos, e as idealizadoras promovem eventos, oficinas e workshops para conscientizar as pessoas. A nova empreitada, que finalmente saiu do papel e está precisando de apoio pra se tornar realidade, é o Roupa Livre App, aplicativo que funciona com a lógica do Tinder, só que pra encontrar pessoas dispostas a compartilhar ou trocar roupas.
 

O projeto está sendo financiado no Catarse e o prazo final para o app acontecer é dia 17 de dezembro – ou seja, amanhã! Então ainda dá tempo de apoiar, compartilhar com os amigos e ajudar mais pessoas a entrarem em contato com essa iniciativa tão legal.

Além de fazer o aplicativo virar realidade, as vantagens de ser um apoiador são muito, muito legais. Entre as recompensas, livros digitais e não-digitais incríveis, tecidos do Banco de Tecido, vagas em workshops, oficinas e webinários, vale-compras e outras coisas bem bacanas e super concorridas.

Vamos fazer a diferença e ajudar o Roupa Livre App acontecer? Acesse: catarse.me/roupalivreapp e chame os amigos!
Continue lendo

Conheça as necessaires da parceria Insecta + Colibrii!

Conheça as necessaires da parceria Insecta + Colibrii!

Além de mochilas lindas, a parceria da Insecta com a Colibrii ainda rendeu necessaires fofíssimas e super práticas, úteis pra viagem, pra levar maquiagem, acessórios, apetrechos e tudo mais. <3

Os dois modelos disponíveis seguem o estilo das mochilas, feitas com forro de nylon de guarda-chuva e calça jeans reaproveitada + tecido de garrafa PET reciclada. As duas versões são estampadas: com pássaros ou uma salada supercolorida pra agradar a todos os gostos! Tudo isso resultado do trabalho incrível das artesãs Eni e Neni. <3

Para conferir todos os produtos da collab Insecta + Colibrii, clique aqui!

Continue lendo

Conversamos com a Dona Neni, uma das artesãs responsáveis por dar vida à collab Insecta + Colibrii

Conversamos com a Dona Neni, uma das artesãs responsáveis por dar vida à collab Insecta + Colibrii

Pra quem ainda não ficou sabendo, unimos forças com mais uma marca que tem tudo a ver com a Insecta, a Colibrii. Todas as peças da collab foram produzidas a partir de calças jeans reaproveitadas, tecido ecológico de garrafa pet, cintos de segurança de carros e guarda-chuvas. Além disso, a produção das mochilas e necessaires foi feita por artesãs de comunidades de Porto Alegre.

A segunda parte das nossas entrevistas com as costureiras maravilhosas que criaram as peças da parceria Insecta + Colibrii é uma conversa com a Dona Neni, queridíssima e, assim como Dona Eni, super talentosa e preocupada com a qualidade do seu trabalho. 

Ela nos contou que acha importante que as pessoas saibam quem faz os produtos que elas consomem pois o próprio produto acaba sendo muito mais valorizado. Em uma loja grande de departamentos, por exemplo, a produção não é tão cuidadosa. Ela destaca a qualidade do acabamento, que acaba sendo outro.

Falamos também sobre a importância de um trabalho feito de forma artesanal. Ela acredita que é um trabalho feito com mais cuidado e dedicação, se comparado ao restante da indústria tradicional, e nos contou que gosta muito de trabalhar com materiais reaproveitados: "praticamente tudo acaba sendo reutilizável de alguma forma. Acaba-se dando um novo valor aos materiais." Super concordamos! 

As duas artesãs reunidas. <3

Clique aqui para conferir o resultado do trabalho da Dona Neni.

Colibrii_02.3Colibrii_01.3

Continue lendo

Conversamos com a Dona Eni, uma das artesãs responsáveis por costurar a collab Insecta + Colibrii

Conversamos com a Dona Eni, uma das artesãs responsáveis por costurar a collab Insecta + Colibrii

Pra quem ainda não está por dentro, unimos forças com mais uma marca que tem tudo a ver com a Insecta, a Colibrii. Todas as peças da collab foram produzidas a partir de calças jeans reaproveitadas, tecido ecológico de garrafa pet, cintos de segurança de carros e guarda-chuvas. Além disso, a produção das mochilas e necessaires foi feita por artesãs de comunidades de Porto Alegre.

Hoje foi o dia de trocarmos uma ideia com a Dona Eni, uma das costureiras responsáveis por dar vida a essas peças, olha só que fofa!

Durante o papo, ela nos contou que no momento em que o consumidor fica consciente das pessoas envolvidas no processo produtivo, o material produzido se torna muito mais humano. Além disso, ter a oportunidade de trabalhar na própria casa é muito mais saudável: “O tipo de trabalho realizado aqui é muito diferente de trabalhar numa confecção com o patrão. Aqui, podemos trabalhar por conta.” Em meio a uma costura e outra, sempre acaba rolando um chimarrão com a sua companheira de trabalho Neni, é outro clima!

Segundo a artesã, o resultado final dos produtos acaba sendo muito diferente das peças encontradas na maioria das lojas: tudo se torna mais exclusivo. “Apesar de seguirmos um padrão na confecção das peças, nenhum produto sai exatamente igual ao outro. Pode rodar o mundo e não vai encontrar um produto idêntico.”

A Eni acredita que um trabalho feito a mão/artesanal possui outro valor: “É um trabalho feito com mais prazer, por amor. Claro que a questão financeira é importante, mas a paixão é que move a produção. É incrível, ficamos em êxtase ao produzir.” A liberdade de criar e inventar são pontos que também contribuem durante o processo de produção.

Reaproveitamento foi um dos principais diferenciais da parceria do besouro e do colibri ter dado tão certo: "há uma infinidade de materiais disponíveis por aí. Incomoda quando vejo tanto material no lixo, entupindo bueiros, e que poderiam estar sendo aproveitados." 

Clique aqui para conferir o resultado do trabalho da Dona Eni.

Colibrii_02.5

 

Continue lendo

Insecta Shoes + Colibrii é só amor!

Insecta Shoes + Colibrii é só amor!

Já tinha gente adivinhando do que se tratava nosso lançamento só pelos teasers que soltamos nas nossas redes e isso nos deixa superfelizes. Só de ver a empolgação da galera com a parceria da Insecta com a Colibrii dá pra ver o sucesso da ideia! 

insecta035 insecta031Pra quem ainda não está sabendo, a Insecta Shoes se uniu à Colibrii, marca gaúcha que trabalha com artesãs de comunidades locais co-criando produtos com materiais alternativos e reutilizados. O resultado da nossa parceria é uma linha super limitada de mochilas e necessaires que já estão sendo super desejadas.

insecta098 insecta108 insecta062

Um atrativo a mais é que cada peça é exclusiva e artesanal. As mochilas vem em 4 variações, algumas com visual mais clean, outras com opções de bolsos externos. Outro destaque são as estampas, lindas demais e apaixonantes como as dos pássaros!

Colibrii_02.3

 Você pode conferir todos os produtos oriundos da collab clicando aqui!

 

Continue lendo
x