Calce Uma Causa

3 opções de sopa vegana para aquecer neste inverno

3 opções de sopa vegana para aquecer neste inverno

Se você precisa de algo para te aquecer neste inverno, nada melhor do que aproveitar receitas saborosas de sopa vegana. Com opções livres de sofrimento animal, é possível surpreender o seu paladar e o dos seus convidados.


Separamos algumas opções e dicas para te ajudar no preparo da sopa vegana. Assim, você pode escolher a sua favorita e experimentá-la em casa. Continue lendo para conferir as sugestões abaixo. 


Sopa de lentilhas com abóbora 

Esta deliciosa opção de sopa de lentilha vegana traz sabores e aromas intensos, que vão tornar a experiência ainda mais incrível. Para prepará-la, confira o que você vai precisar a seguir.


Ingredientes

  • 100 g de lentilhas vermelhas;
  • 300 g de abóbora-menina, descascada e cortada em cubos;
  • ½ cebola, descascada e picada;
  • 2 dentes de alho descascados;
  • 1 pedaço de gengibre pequeno (1 cm);
  • 7 g de amendoins tostados;
  • 1/8 colher de chá de sal;
  • 1/8 colher de chá de pimenta-preta;
  • 1 raspa de laranja (opcional).

Modo de preparo

Em uma panela com 500 ml de água, coloque as lentilhas, a abóbora, a cebola, os dentes de alho e o gengibre. Quando o líquido começar a ferver, deixe-o no fogo médio, cozinhando por mais um período de 15 a 20 minutos. Passado esse tempo, verifique se as lentilhas estão cozidas. Tempere com sal e pimenta. 


Adicione as raspas de laranja e ajuste os temperos conforme suas preferências. Usando um mixer, você deixa essa sopa de legumes vegana com uma consistência muito mais cremosa. Depois, é só servi-la com os amendoins tostados. Se quiser, adicione salsa fresca e uma colher de chá de azeite. 


Sopa de abobrinha e manjericão

Esta receita de sopa vegana é saborosa e ideal para ser consumida tanto no almoço, quanto no jantar. Confira quais ingredientes você vai precisar para prepará-la abaixo.


Ingredientes

  • 2 cebolas médias picadas;
  • 1 kg de abobrinhas picadas;
  • 3 colheres de sopa de azeite;
  • Um punhado de manjericão fresco;
  • Sal a gosto.

Modo de preparo

Comece o preparo da receita de sopa vegana refogando as cebolas em azeite durante cerca de cinco minutos ou até ficarem macias. Em seguida, adicione as abobrinhas com sal a gosto e refogue-as por dez minutos ou até atingirem uma consistência mais macia e agradável. 


Cubra a mistura com água de acordo com o tipo de espessura que você quer para o caldo da sopa. Deixe cozinhar por 20 minutos em fogo médio. Passado o tempo, retire do fogo e deixe descansar. Depois, adicione o manjericão e bata toda a mistura em um liquidificador. Em seguida, é só servir. 


Sopa de ervilhas cremosa

A textura, os aromas e os sabores desta sopa de ervilha vegana vão encantar seu paladar. Fácil de preparar, ela é uma ótima opção para ser consumida a qualquer momento. Separe os ingredientes abaixo.


Ingredientes

  • 1 e 1/2 xícara de chá de ervilha seca ou partida;
  • 1 cebola grande picada;
  • 2 colheres de sopa de cebolinha verde picada;
  • 1/4 xícara de chá de castanhas-de-caju;
  • 1 colher de sopa de óleo vegetal de sua preferência;
  • folhas de manjericão fresco;
  • sal e pimenta a gosto.

Modo de preparo

Lave as ervilhas e as castanhas. Deixe-as de molho em recipientes separados, ambos com água fria, e reserve. Depois, pique a cebola e as cebolinhas. Em uma panela, aqueça o óleo e refogue a cebola até dourar. Em seguida, acrescente a cebolinha e tempere com uma pitada de sal. 


Tire as ervilhas do molho e coloque-as na panela, adicionando um litro de água. Tampe a panela e deixe ferver em fogo médio. Quando começar a borbulhar, ajuste os temperos conforme a sua preferência. Depois, abaixe o fogo e deixe cozinhar até que as ervilhas estejam bem macias. 


Pegue as castanhas e coloque-as no liquidificador. Acrescente a sopa já cozida e bata tudo até formar um creme. Em seguida, coloque tudo de volta na panela, verifique o sabor dos temperos e ajuste se quiser. Deixe tudo no fogo baixo por cinco minutos. Após esse tempo, sua sopa vegana estará pronta.


Outras receitas veganas para você experimentar em casa

Gostou das dicas sobre como fazer sopa vegana que a Insecta separou para você? Confira nosso e-book com receitas de doces veganos para se deliciar enquanto cuida da sua saúde, descobrindo sabores e aromas incríveis. 


Você pode fazer sua oferta por e-mail e pagar o quanto acha que o conteúdo vale. São 14 páginas de muita informação exclusiva para que qualquer um que se interessar possa desfrutar dos benefícios de uma alimentação vegetal com doces e sem sofrimento animal. Confira agora mesmo!

Continue lendo

3 receitas de sorvetes veganos fáceis de fazer

3 receitas de sorvetes veganos fáceis de fazer
Sorvete de fruta é a cara do verão, mas vai bem em qualquer estação. Separamos três receitas veganas superfáceis, ótimas para refrescar e variar sabores, com abacaxi, manga e melancia. 🍍🥭🍉

Anota aí e depois nos conta como ficou!

🍍 ABACAXI CREMOSO
> Ingredientes
2 xícaras de abacaxi maduro picado
200 ml de leite de coco
4 colheres de sopa de açúcar cristal orgânico
3 colheres de sopa de farinha de arroz
100 gramas de coco ralado

> Modo de preparo
Pique o abacaxi sem a casca e cozinhe em uma panela com o leite de coco, o açúcar e a farinha de arroz por cerca de 5 minutos, em fogo baixo. Bata a mistura no liquidificador até ficar homogêneo e acrescente o coco ralado. Leve ao freezer por 4 horas.

🥭 MANGA PRÁTICO
> Ingredientes
2 mangas picadas e previamente congeladas
Meio copo de água de coco ou leite de coco

> Modo de preparo
Bata os ingredientes em um processador ou liquidificador, até ficar cremoso. Consuma na hora, pois depois de guardado tende a mudar a textura.



🍉 MELANCIA COM HORTELÃ

> Ingredientes
1 xícaras de água
1 xícaras de açúcar
6 folhas de hortelã
4 xícaras de melancia sem sementes, em pedaços
1 xícaras de suco de limão fresco

> Modo de preparo
Ferva, em fogo alto, a água, açúcar e folhas de hortelã, mexendo até que o açúcar se dissolva. Descarte a hortelã e refrigere a mistura até ficar fria. Coloque os pedaços de melancia, o suco de limão e a mistura no liquidificador e bata até ficar homogêneo. Despeje em um recipiente com tampa e coloque no freezer por até 2 horas para congelar.


>>>>> Quer outras receitas de doces veganos? Baixe agora nosso ebook "Doces Veganos", feito em parceria com a Vovó Vegana, e pague quanto quiser por ele.

Fotos: Kelsey Curtis e Elena Koycheva  / Unsplash Continue lendo

10 receitas veganas rápidas pra saciar aquele desejo por comfort food

10 receitas veganas rápidas pra saciar aquele desejo por comfort food
Você está em casa e repentinamente bate aquela vontade louca de comer uma coisinha diferente. Você já testou todas as receitas do nosso ebook até enjoar e querer novidade. Um docinho, uma comfort food quentinha, ou um lanche bobeira pra acompanhar uma maratona de seriado. Aí você faz o que? Entra em desespero, compra qualquer coisa industrializada pra matar a vontade, escuta o papo daquele conhecido que diz que comida vegana é difícil de fazer e só tem ingrediente impossível? Nada disso. Primeiro, respira fundo. Depois, segura essa lista de 10 ideias de receitas veganas, acessíveis e facinhas de fazer pra quando der aquela vontade:   #1 Aquele papo lá que bolo sem ovo não cresce? Que não tem como fazer um bolo fofinho sem nenhum ingrediente de origem animal? Tudo balela. E temos provas aqui.   Nega-maluca-bolo-de-chocolate   #2 Não deixe que te digam que você precisa de ovos ou creme de leite de vaca pra fazer um mousse delicioso. Você precisa é de um abacate bem maduro. Duvida? Cola aqui ou aqui também pra descobrir como é muito mais fácil e saudável fazer essa sobremesa na versão veg.
Processed with VSCOcam with f2 preset Foto por Hadas Nadvorny
  #3 Tem banana sobrando aí? Aquelas já ficando com casca escura? Você pode congelar e fazer uma sobremesa geladinha tipo essa ou transformar num smoothie tipo esse.   #4 Sabe a palha italiana, aquele doce que antigamente levava litros de leite condensado? Sim. ele pode ser veganizado. E você pode comer hoje mesmo, porque a receita não tem nada que não dê pra encontrar aí pertinho de casa ou mesmo no armário da cozinha.   #5 O inverno parece que passou reto em alguns lugares esse ano, mas nada impede que a gente queira entrar no clima e saborear um creminho delícia, né? Pra quem ama comfort food, essa receita é prato cheio. Ou vazio, no caso, porque você vai raspar o fundo rapidão.   #6 Bolo de caneca sem culpa? Veganizado? Sim e sim, temos. Essa receitinha é perfeita pra famosa fome de doce repentina. De quebra é saudável, não tem açúcar e é uma porçãozinha ideal pra um.   #7 É arroz doce ou arroz de leite que você chama aí? O que importa é que é bom demais. E você não precisa esperar a festa de São João do ano que vem pra se deliciar com essa maravilha se seguir essa receita aqui.   Arroz doce vegano festa junina   #8 Se você pensava que pra ser vegano abriria mão do pão de queijo, pode ficar tranquilo. O povo chama essa versão veganizada de tudo que é jeito: pão sem queijo, pão de beijo, entre outros. O que é unanimidade é que é super gostoso. E fácil de fazer.      #9 Já que falamos em pão de queijo, a gente não podia deixar de falar no brigadeiro, o doce mais Brasil que existe. Você pode fazer uma versão rápida com leite condensado vegetal ou, se tiver um inhame dando sopa em casa, pode fazer a mágica e transformar num docinho bem saudável.   #10 Pra terminar, um segredinho que você pode usar pra rechear, dar um tchans em alguma receita ou mesmo comer puro, de colherinha naqueles momentos em que a fome de doce é avassaladora: caramelo vegano com apenas 1 ingrediente.   Pronto. Passar vontade você não vai mais.
Continue lendo

Sucesso no veganismo: a saga das proteínas completas

Sucesso no veganismo: a saga das proteínas completas
Proteína: velho assunto para os veganos. Alguns carnívoros nem pensam muito nisso pois acham que basta se entupirem de carne e tá tudo ótimo. Aí você se torna vegano e de repente vira a  pergunta básica em qualquer festinha, jantar e por aí vai. E haja paciência! Mas naqueles momentos mais difíceis, lembremos que possivelmente um dia já foi nosso caso. E então os veganos precisam explicar que vegetais, legumes, grãos e sementes também tem  proteína (por alguma razão a maioria das pessoas pensa que só há proteína em carne). Então  pronto, é fácil virar vegano. Mas será que todo mundo se atenta à importancia das proteínas   completas? Ao papel dos aminoácidos? Por isso quis estudar nutrição: pelos detalhes. Ahh, os detalhes (que são muitos e importantíssimos  para garantir uma vida saudável – seja você vegano ou não). A proteína é basicamente uma combinação perfeita de aminoácidos. Nosso organismo – um micro   cosmos em si – é sensacional e vai fazendo milhares de combinações entre os aminoácidos para que   as proteínas sejam formadas e possam ser utilizadas para inúmeras funções como crescimento,  reparo de tecidos além da fabricação de hormônios, enzimas, anticorpos, neurotransmissores e  transporte de outras substâncias necessárias ao nosso funcionamento. Basicamente precisamos de  proteína para tudo! Os aminoácidos são então os tijolinhos usados na construção de cada tipo de proteína. Não vou me  aprofundar muito nas tecnicalidades dos aminoácidos em si mas precisamos saber que há 9 que são  essenciais (coloquei a listinha no fim do post). O termo essencial é usado porque nosso corpo não consegue fabricá-los, ou seja, dependemos da alimentação para consegui-los. Então o foco aqui são os tais aminoácidos essenciais, que formam o pilar da polêmica da proteína na  alimentação vegana e muitos que aderem acabam desistindo pois se sentem fracos depois de um tempo por não se atentarem a este detalhe já que em termos de quantidade temos inúmeros  estudos que comprovam que se você possui alimentação balanceada, não vai ter faltar proteína. Mas nosso organismo precisa de todos os aminoácidos para fabricar as proteínas. Se estivermos  deficientes em um ou outro, a coisa toda já começa a ir por água a baixo e as consequências são  desastrosas. Aí é que entra o conceito da proteína completa, que é mais facilmente ingerida quando  carnes são consumidas pois afinal o animal já fez o trabalho da combinação dos aminoácidos mas acredite, se eles conseguem, nós sem dúvida também conseguimos. Hoje já é conhecido que o organismo consegue manter certa reserva de aminoácidos para que em  breve sejam combinados entre si. Mas o ideal é consumir boa variedade deles num período   aproximado de até 48 horas já que nosso organismo está constantemente em ritmo de produção e precisa de abastecimento regular. Então, se a pessoa se alimenta sempre das mesmas coisas e ainda por cima possui uma dieta rica em carboidratos simples e gorduras de baixa qualidade vai acabar se  sentindo fraca mesmo e, muitas vezes, acaba voltando para o consumo de carne por falta de   conhecimento. Mas já digo aqui, não é tão difícil quanto parece e o melhor de tudo: existem opções que já contêm  o combo da proteína completa. Um belíssimo exemplo é a QUINOA que não à toa que é consumida  pelos “vizinhos” incas e astecas há 5 mil anos e sua reputação lhe faz jus pois contém todos os  aminoácidos essenciais em cada garfada. Além disso não traz consigo as gorduras saturadas que a   carne contém (muitos tipos de carne na realidade chegam a oferecer apenas 25% de proteína e 75%   de gordura). Sem mencionar os hormônios, antibióticos e as diversas doenças. Muito pelo contrário,   a quinoa além de ser uma fonte de proteína superior (melhor nível de absorção) à da carne, te   fornece ainda gorduras boas e essenciais, vitaminas e minerais. Embora a quinoa seja muitas vezes classificada como um grão, é na realidade uma semente. Outras  sementes que fornecem os aminoácidos essenciais incluem as de chia e cânhamo (hemp) além de   outras opções como soja (orgânica please), goji berries, trigo-sarracena (ou mourisco), spirulina   entre outras. quinoa Mas aí muita gente pensa: só quem tem grana é que pode ser vegano saudável então? Pois eu sei que os preços destes alimentos no Brasil não são muito amigáveis ao bolso (embora ainda tenho esperança de que com crescente demanda, a situação mude gradativamente). Aí é que vai entrar a criatividade já que o grande lance está em combinar os alimentos que são ricos em determinados aminoácidos essenciais com outros. Uma combinação clássica (mera coincidência!?) é o tipico arroz (integral ou selvagem de preferência) e feijão que se complementam formando proteínas completas! Mas você pode brincar com as combinações e variar para não enjoar além de não se limitar a certos nutrientes. grains Feijão (variar os tipos também é uma boa) com: - Arroz integral - Sementes - Nozes, castanhas, amendoas, avelãs, macadâmias etc - Grãos - Milho Arroz Integral com: - Feijão - Ervilhas - Sementes - Nozes, castanhas, amendoas, avelãs, macadâmias etc Outros grãos com: - Ervilhas - Amendoim - Legumes - Folhas verde escuras (como o espinafre que é uma ótima fonte de diversos aminoácidos) Ou seja, o segredo é alternar e se divertir! E para os dias que exigirem maior praticidade, apele para as opções mencionadas antes que já contêm o quadro completo. Fazendo essas combinações e sabendo os alimentos que te fornecem mais aminoácidos, certamente você vai se sentir forte e disposto, além de alcalinizar seu organismo bem como evitar as tais gorduras malévolas.   *Lista dos aminoácidos essenciais: - Lisina - Leucina - Isoleucina - Metionina - Fenilalanina - Treonina - Triptofano - Valina - Histidina Viva a saúde! :)   Continue lendo

X vinnu_lennartc

Opssss

A gente tá trabalhando em algumas novidades e por isso a loja estará instável das 16h as 18h.

Logo, logo estaremos de volta, tá!