O que é Eco Ansiedade e o que fazer para evitar

Seta Fina Esquerda ícone Seta Fina Direita ícone
O que é Eco Ansiedade e o que fazer para evitar

Sabia que saúde mental se relaciona com as questões ambientais? A tal da Eco Ansiedade é um problema que tem aumentado tanto quanto o nível dos oceanos. Entre os sintomas, ataques de pânico, pensamentos obsessivos, perda de apetite, medo, exaustão e insônia, com um gatilho em comum: a preocupação com o que está acontecendo e o que vai acontecer no futuro do nosso Planeta.

A American Psychological Association publicou em 2017 um relatório sobre os impactos da crise climática na saúde mental, usando o termo “eco-anxiety”. A revista inglesa Psychology Today descreveu o fenômeno como uma “desordem psicológica recente que afeta um número crescente de indivíduos preocupados com a crise ambiental”. E não podemos esquecer das sequelas emocionais em pessoas que passam por traumas gerados por catástrofes como enchentes e furacões - cada vez mais frequentes.

Mas para tudo, por favor, respira, se concentra: a gente não quer te ver mal. Compartilhamos tudo isso pra conscientizar e criar uma rede de pessoas interessadas e prontas para agir.  Por isso criamos essa lista com ações que você pode (e deve) fazer para evitar ou aliviar a famigerada eco ansiedade:

# Se desconecte 

Tá tudo bem cuidar de você, parar um pouco e descansar a cabeça. Saia para andar, medite, dê uma volta de bicicleta, leia um livro, veja uma série engraçadona, e muito importante - não se culpe por isso. Você precisa desses momentos para recarregar.

# Encontre pessoas com a mesma paixão que você

Pode ser online ou offline, como você preferir. Mas encontrar pessoas que estão no mesmo barco é sempre bacana para dividir experiências, traçar objetivos e ações para promover a sustentabilidade. Divida o peso, mas também os momentos de leveza.

# Faça o melhor que você pode e se dê crédito por isso 

Um passo de cada vez. Não é tudo ou nada. Cada pequena ação conta, além de fazer você se sentir no controle. A gente tem vááários posts aqui no blog com dicas pra quem quer começar a viver uma vida mais verde: aqui, aqui, aqui e aqui, por exemplo.  Se você puder, participe de mutirões de limpeza, faça voluntariado em ONGs, vá a protestos, ponha a mão na massa. Você vai sentir que está fazendo parte da mudança (e está!) e vai se sentir muito melhor. 

# Use a sua voz para impactar seu entorno

Se você gosta de uma boa conversa, chame as pessoas próximas para uma sincerona. Mas você também pode fazer isso pelas redes sociais, postando fotos inspiradoras, falando das pequenas ações que mudaram a sua vida, conversando, dividindo. Você não precisa ter milhões de seguidores para compartilhar boas ideias. 

# Se informe

Por pior que seja, não fuja da realidade. Se mantenha informado, saiba o que está acontecendo. Só assim você poderá saber quais atitudes tomar.

# Compartilhe coisas boas

Se manter informado é sempre bom, mas compartilhar só desgraça não, né? Você não precisa viver em um mundo verdinho e perfeito o tempo todo, mas mostrar que existe esperança e coisas boas acontecendo é sempre válido. Às vezes tudo que você precisa é marcar uma pessoa num post bacana. 

# Procure ajuda

Se você estiver realmente se sentindo mal, com sintomas graves de ansiedade ou depressão, por favor, não deixe de buscar ajuda médica. Se cuide. Não é frescura, saúde mental é importante e tem que ser a sua prioridade. 

Deixe um comentário

x