Mulheres que Inspiram: Paloma Zaragoza

Seta Fina Esquerda ícone
Mulheres que Inspiram: Paloma Zaragoza
A entrevistada de hoje é jornalista de formação e cozinheira de coração. Pós graduada em Gastronomia, é chef voluntária da ONG Banco de Alimentos e criadora do Como Me Lo Como, um blog que reúne paixões e inspirações na cozinha. Na quarta entrevista da série especial em parceria com o Mulheres que Inspiram, conheçam Paloma Zaragoza! Paloma 2 - Onde você nasceu e cresceu? Quando criança já sabia o que queria fazer? Nasci e cresci em São Paulo e Goiânia. Quando criança e até os 20 e poucos anos meu sonho era trabalhar no teatro, mais precisamente no teatro de comédia. Mas a vida e meus outros interesses foram me levando por outros caminhos e o que prevaleceu foi a Gastronomia e a Sustentabilidade. - Quais são as suas melhores lembranças de infância relacionadas à comida? Da fazenda dos meus avós maternos o lambari frito que pescávamos na represa e as laranjas descascadas pela minha avó. Da avó materna, sapatinhos de maçã (mini pastéis de massa folhada recheados de purê de maçã) e as enormes paellas. - Qual a sua formação? Que cursos já fez? Em que cidades já morou?  Uma epopeia! rsrsrs! Sou formada em Jornalismo e especializada em Gastronomia. Já fiz cursos de teatro, dança, canto, roteiro... Já morei na Espanha, no Canadá e nos Estados Unidos. - Como a Gastronomia entrou na sua vida? E em que momento o Jornalismo saiu?! O Jornalismo e a Gastronomia se encontraram quando criei o blog comomelocomo. Aos poucos fui me envolvendo em eventos de gastronomia e quando vi estava produzindo e cozinhando nos meus próprios eventos. - Quais são as suas melhores lembranças com relação a esse processo de mudança de profissão? As dores e as delicias de ser uma empreendedora! Acho que a mais marcante foi quando fiz meu primeiro Mercado dos Chefs. Lembro de mim e de uma amiga que é tricoteira, no meu apartamento de 62m2, abrindo e limpando 30 quilos de milho pro evento. Eu não sabia se chorava ou se ria! Mas isso pra dizer que a melhor parte mesmo foi o apoio incondicional dos  meus amigos, que me ajudaram como puderam, seja descascando milho ou até trabalhando de graça comigo! - O que é o "Como me lo como"? Quando e como surgiu a ideia? "como me lo como" é o nome de um restaurante em Madrid. Na época eu era estudante de Jornalismo e tinha a grana curta. Portanto, quando juntava um pouco mais, ia comer nesse restaurante. Uso o nome hoje para me lembrar de como tudo começou e me orgulhar de onde cheguei. Gosto de dizer que a "como me lo como" é um grande guarda-chuva de ideias. Gosto de agregar todo tipo de projeto que envolva gastronomia, comer e beber culturalmente. Hoje tenho um espaço que é uma cozinha de produção e também um espaço cursos e eventos. Paloma 1 - Qual a sua especialidade na cozinha? O que ama fazer? E o que não faz de jeito nenhum? Minha especialidade na cozinha é comida brasileira / caipira e o conceito de Zero Desperdício nas receitas. O que eu não faço de jeito nenhum? Acho que  confeitaria. Não tenho mão para doces sofisticados. - O que é o Zero Desperdício? A questão do Zero Desperdício começou quando me tornei chef voluntária da ONG Banco de Alimentos, onde aprendi a importância de não jogar fora os talos, as cascas e as sementes dos alimentos. Pensando nisso, acabei evoluindo por este caminho e me especializando no tema. Hoje dou cursos e ministro workshops em empresas sobre a Otimização dos recursos e Zero desperdício, ou seja, ensinar as pessoas a aproveitarem melhor os seus alimentos, sejam in natura utilizando as partes não convencionais, seja dando uma segunda chance a comidas já prontas. O combate ao desperdício começa quando aprendemos a otimizar os recursos, ou seja, nem sempre reciclar é a melhor solução, mas sim saber consumir, comprar, armazenar e cozinhar os alimentos. Esse tipo de conceito pode ser tirado da cozinha e colocado em todos os aspectos da nossa como otimizar nosso tempo, nossas 'coisas', nosso trabalho. O exercício do Zero Desperdício começa na lista de compras e vai até a forma como vê e entende o que é realmente lixo. - Alguma receita simples e rápida pra salvar um domingo chuvoso? Um Penne qualquer, manteiga, queijo ralado e pimenta do reino. Quando o penne estiver al dente, retire todo o excesso de água da panela e deixe somente um fundo. Aumente o fogo, jogue uma colher de manteiga e mexa com delicadeza. Até a água começar a ganhar corpo e virar um creme. Jogue a pimenta do reino e o queijo ralado e pronto! - Qual foi o último sonho que você realizou? E qual será o próximo? Último sonho: conhecer o Japão. O próximo: comprar uma moto e viajar o Brasil. Paloma 3

Deixe um comentário

x