Lena: a biblioteca de moda

Seta Fina Esquerda ícone
Lena: a biblioteca de moda
LENA não é uma loja, é uma biblioteca de moda. Assim mesmo, como você retira livros e leva para ler em casa, pode retirar peças de roupa para usar por determinado tempo e depois devolver, ao invés de comprar por impulso, usar uma vez e deixar lá mofando no fundo do guarda-roupas. Processed with VSCOcam with f2 preset As idealizadoras Angela, Diana, Elisa e Suzanne acreditam que é possível usar roupas lindas, que são a sua cara e ainda ter aquela sensação delícia de vestir algo novo sem precisar possuir, consumir, explorar pessoas ou o meio ambiente. Nessa biblioteca, fast-fashion não entra. As peças são de alta qualidade, novas ou vintage, selecionadas a dedo entre doações de sócios, garimpos e parcerias com marcas que tenham a ver com esse lifestyle de slow fashion consciente. É diferente de um aluguel de roupas de festa, sistema que já conhecemos, porque você se associa e paga uma mensalidade baseada em pontos que definem quais tipos e quantas peças você pode levar, e por quanto tempo. Ah, e se acontecer de você se apaixonar loucamente por uma peça, pode comprá-la ou trocar por alguma roupa sua que se enquadre nos padrões de qualidade e que esteja encostada em casa. A ideia é manter a biblioteca sempre em crescimento, e não o seu guarda-roupas, mas a grande vantagem é que você pode não só experimentar, mas usar de verdade as peças antes de decidir se é amor ou se ela volta para as araras. Processed with VSCOcam with f2 preset Processed with VSCOcam with f2 preset Por enquanto, só existe LENA em Amsterdã e só com peças femininas, mas o sonho das meninas por trás do projeto é expandir para todas as grandes capitais mundiais.

Deixe um comentário

x