Seu Carrinho
Fechar alternativas ícone
Frete Ok

Lava, Seca e Passa: minimize o impacto dessa rotina

Seta Fina Esquerda ícone
Lava, Seca e Passa: minimize o impacto dessa rotina

Entender como cuidar das suas roupas em casa é essencial quando falamos em moda consciente e práticas de consumo mais sustentáveis. Primeiro, como nós já falamos aqui, cuidar bem das suas peças vai te ajudar a prolongar a vida útil delas, evitando assim o descarte e a compra de novos itens. Segundo, 58% de todo impacto ambiental da vida de uma peça acontece no pós-consumo, ou seja, manutenção e descarte.

O uso de sabões, detergentes e amaciantes não biodegradáveis, excesso de água, altas temperaturas, energias das máquinas de lavar e secar, ferro, produtos químicos na lavagem à seco, tudo isso está envolvido quando falamos em impacto ambiental da manutenção das peças. Diariamente, nós temos a chance de reduzir esse impacto seguindo sempre as instruções de lavagem e fazendo escolhas mais inteligentes.

 

  • Práticas inteligentes de lavagem:

O primeiro passo é lavar algumas roupas com menos frequência como, por exemplo, calças e jaquetas jeans. Quando o CEO da Levi’s, Chip Bergh, incentivou as pessoas a pararem de lavar suas calças jeans houve um tremendo alvoroço. Culturalmente falando, essa é uma opção que se distancia muito da nossa realidade, mas a verdade é que a calça jeans é um item feito para ser usado muitas e muitas vezes sem ser lavado. Dependendo da calça jeans, a dica é não lavá-la por, no mínimo, seis meses. Para remover manchas durante o período, produtos “tira manchas” são excelentes aliados, assim como o freezer. Colocar a calça jeans num saco e submetê-la a baixas temperaturas remove odores e mata bactérias.

Se congelar suas roupas é demais para você, tente usar calças, suéteres, vestidos e outras roupas pelo menos três vezes, e não abra mão dos tira manchas e produtos de pré-lavagem para garantir limpeza total com menos água e detergentes. Normalmente, poucas gotas desses produtos são suficientes para remover a sujeira pesada e odores por conta do uso. Outra dica é potencializar seu sabão em pó com bicabornato de sódio, assim você precisa de menos quantidade de produto.

Lavagem de roupas

As máquinas de lavar são inimigas do meio ambiente. Elas ainda não são inteligentes o suficiente para economizar água e energia (muitas máquinas consomem ainda mais energia para esquentar a água do processo de lavagem) de acordo com as peças e tecidos. Por isso, cheque as instruções de lavagem na etiqueta de composição, elas vão dizer o jeito ideal de cuidar da sua peça. Evite usar os processos completos oferecidos pelas máquinas de lavar, pois eles gastam uma quantidade excessiva de água desnecessariamente.

O que poucas pessoas sabem é que os processos de lavagem das roupas devem ser escolhidos por tipos de tecido e não por quão sujo a peça está. Alguns tecidos são mais fáceis de limpar, outros menos, por isso é essencial checar a etiqueta. Tecidos de lã, por exemplo, são facilmente limpos apenas com o vapor do chuveiro gerado por nosso banho, sem necessidade de entrar em contato direto com a água e sem uso de produtos.

Quando possível, lave suas roupas à mão. Roupas íntimas e delicadas não só podem, como devem ser lavadas à mão para garantir maior durabilidade da peça. Isso poupa também o gasto excessivo de água necessário para encher as máquinas de lavar.

Por fim, opte por sabões, detergentes e amaciantes menos nocivos ao meio ambiente.

 

  • Práticas inteligentes de secagem e passadoria:

Nos EUA, 2/3 de todo o consumo de energia gerados durante a vida útil de uma peça-padrão acontece na fase de manutenção. Em grande parte, isso ocorre por conta não só das máquinas de lavar como também da secadora e do ferro de passar. No Brasil, as secadoras de roupa não são tão populares, mas muitas casas já contam com uma. Para quem tem a máquina em casa, a dica é optar por temperaturas de secagem médias e baixas, de acordo com as instruções da etiqueta, evitando temperaturas altas que consomem mais energia e ainda podem encolher a peça.

Na fase de passadoria é importante também evitar altas temperaturas e o vapor quando ele não for necessário. Tecidos sintéticos como poliéster 100%, poliamida, e acrílico não precisam passar. Algodão, linho e viscose devem ser tratados com cuidado em temperaturas baixas ou médias, sempre seguindo as instruções da etiqueta para evitar danos à peça e economizar energia. 

Na hora de cuidar das suas peças é essencial se informar e estar atento aos detalhes. Cada atitude conta para impactar menos o meio ambiente, fazer a peça durar mais e adiar seu descarte.

Deixe um comentário

x