Fechar ícone

Greenwashing: entenda mais sobre esse assunto

Seta Fina Esquerda ícone
Greenwashing: entenda mais sobre esse assunto

Você sabe o que significa greenwashing? Ele faz referência à apropriação de causas ambientalistas por meio de técnicas de marketing, com o objetivo de criar uma imagem positiva da marca, principalmente para esconder ou desviar a atenção de impactos negativos causados por ela.

Em outras palavras, esse termo é usado para falar de empresas que querem mudar sua imagem perante o público, mas sem uma real preocupação em mudar seus processos nocivos ao meio ambiente e à sociedade como um todo.

Para te ajudar a ficar por dentro do assunto, a Insecta trouxe um conteúdo para explicar o que é greewashing e como você pode identificar marcas que utilizam esse tipo de apropriação no dia a dia. Continue a leitura e saiba mais.

De onde surgiu o termo “greenwashing”?

O termo "greenwashing'' pode ser traduzido para algo como “lavagem verde” e foi criado em 1986 pelo ativista ambiental Jay Westerveld, após uma visita em um hotel de Samoa, na Polinésia. 

No local havia um pedido para que os hóspedes utilizassem uma mesma toalha durante a estadia, com o objetivo de “salvar o planeta” ao evitarem o desperdício de água. A partir dessa ocasião, o ativista norte-americano apontou a distorção do discurso ambiental como forma de beneficiar apenas a própria empresa. 

Com a crescente relevância da sustentabilidade e o aumento da cobrança por práticas que beneficiam o meio ambiente, muitas empresas ainda utilizam o discurso ecológico apenas como estratégia de marketing e aumento de lucros, enquanto, na prática,  continuam prejudicando a natureza.

Como identificar empresas que praticam greenwashing?

Como vimos, o greenwashing é uma prática de empresas e marcas que se apropriam de causas ambientais para benefício próprio. Entender como os negócios utilizam esse discurso no dia a dia nem sempre é uma tarefa fácil, mas há formas de ficar por dentro. Confira alguns exemplos de greewashing.

Falta de políticas trabalhistas

Não é novidade que empresas utilizam o discurso sustentável nos produtos, mas, no trato com os colaboradores, a realidade é bem diferente. Por isso, o desrespeito às leis trabalhistas, como horas e benefícios combinados, também é considerado uma prática de greenwashing.

Usar ingredientes que agridem o meio ambiente

É muito comum que empresas que praticam o greenwashing coloquem informações sobre práticas sustentáveis nas embalagens. No entanto, essa é mais uma apropriação do discurso ambiental, já que, em muitos casos, não há explicação sobre o processo de produção ou composição do produto.

Utilizar informações falsas

Assim como a falta de informações sobre a produção e composição dos produtos que se vendem como sustentáveis, as informações falsas também são táticas utilizadas por empresas. Por isso, é comum que muitas embalagens contenham selos e certificações de práticas sustentáveis que, na verdade, a empresa nunca conquistou.

Não informar se as embalagens são recicláveis

A reciclagem é parte fundamental para a diminuição da produção de lixo e, consequentemente, para o cuidado com o meio-ambiente. Portanto, é importante que as embalagens e os produtos contenham o selo reciclável, já que esse detalhe facilita o trabalho da coleta seletiva.

Como combater o greenwashing?

Agora que você já sabe como identificar uma empresa ou propaganda greenwashing, é hora de conhecer algumas formas de contornar a situação. Saiba como fazer isso com passos simples.

Informação é poder

Para contornar o greenwashing, é importante que tenhamos informações sobre as práticas, certificações e fabricação dos produtos que consumimos. Aqui, vale a pena pesquisar sobre as empresas na internet e compartilhar as informações com grupos de amigos. Quanto mais pessoas souberem do problema, mais fácil será combatê-lo.

Familiarize-se com os rótulos

Como dissemos, muitas empresas utilizam rótulos e selos de certificações sustentáveis em embalagens, quando, na prática, a história não é bem assim. Por isso, é importante estar familiarizado com os rótulos ambientais presentes no Brasil e no mundo. Dessa forma, fica mais fácil identificar o problema.

Dê preferência a empresas transparentes e sustentáveis

Na hora de comprar, dê preferência a empresas que se preocupam com a transparência nos processos de produção e nos insumos e matérias-primas utilizadas na fabricação dos bens, como fazemos aqui na Insecta. Vale a pena ficar por dentro das redes sociais e sites da empresa para ter acesso a essas informações e, assim, comprar de forma consciente.

Insecta: por uma sustentabilidade transparente e acessível

A forma como você se posiciona em relação ao greenwashing é importante para que essas práticas sejam cada vez mais conhecidas e combatidas no dia a dia. Afinal, é a partir do acesso a essas informações que a mudança pode ocorrer. 

Por aqui,  trabalhamos de forma transparente para que você sempre saiba como é o nosso processo de produção e como os nossos produtos impactam o meio ambiente. Então, não deixe de ficar por dentro do nosso blog e conhecer mais sobre como fabricamos os Besouros que chegam até você.

Deixe um comentário