#FeitoNoBrasil: Canna

Seta Fina Esquerda ícone
#FeitoNoBrasil: Canna
Lançada em 2011, a marca de bolsas e acessórios paulistana Canna, comandada pela designer Fernanda Cannalonga, veio para desafiar o mercado tradicional de moda mostrando que é possível ter produto com qualidade e apelo estético sem usar nada de origem animal, pensando, ainda, de maneira eco-friendly. Com uma produção 100% brasileira – do material à mão de obra (o chamado sourced local e made local), a marca mantém um ritmo slow fashion, com poucas coleções e número de peças restrito, o que torna seus produtos ainda mais cheios de personalidade. A Canna surgiu de uma necessidade pessoal da própria estilista, que é vegetariana desde a adolescência e não encontrava peças de desejo sem produtos de origem animal e, principalmente, feitas no Brasil. Formada em Moda pela Faculdade Santa Marcelina, não demorou para Fernanda colocar seu aprendizado em prática, suprindo esse vazio do mercado nacional de acessórios. Todas as peças da Canna são feitas artesanalmente em São Paulo utilizando, no lugar do couro, uma matéria prima sintética produzida na Bahia por uma fábrica que utiliza processos ecológicos. Segundo Fernanda, a fábrica recicla quase 100% da água e do coagulante usado na produção do material, que, por ser sintético, é livre de cromo e outros metais pesados, tradicionalmente usados no curtimento do couro. Logo, os produtos da Canna são livres de crueldade e livre da indústria da pecuária, uma das maiores responsáveis pela emissão de gases de efeito estufa e desmatamento.slideshow1Apesar de toda a preocupação em ser uma marca vegan-friendly e consciente, nem precisamos dizer que os produtos da Canna não são destinados apenas para um público vegan e eco, né? Os produtos chamam a atenção de qualquer pessoa ligada em moda, que gosta de investir em peças atemporais, dessas que permanecem no guarda-roupa durante anos.  O cuidado com todos os detalhes eleva os produtos da marca ao patamar de itens de luxo, porém com preços que cabem no orçamento de várias mulheres (os preços das bolsas variam de R$ 200 a R$ 400). Assim como a Gioconda, que contamos sobre por aqui, a Canna é uma empresa pequena que busca crescimento de maneira orgânica. Além da Fernanda, que faz o design, um modelista e um artesão cuidam da produção das peças. Todos os outros processos ficam por conta da própria Fernanda, que não vislumbra se tornar uma Stella McCartney, mas sim manter a produção ativa e sempre acessível, mostrando para o maior número de pessoas possível que é super viável unir estilo e valores através da moda que vestimos e dos produtos que compramos.slideshow2 slideshow3A marca acabou de lançar a coleção 2015, que você pode conferir e comprar no site oficial da Canna clicando aqui!  

Deixe um comentário

x