Desertificação: o que podemos fazer para combater?

Seta Fina Esquerda ícone
Desertificação: o que podemos fazer para combater?

Você sabe o que é desertificação? Esse assunto parece distante para quem vive nas grandes cidades, mas, na verdade, está bem ligado à forma como vivemos e consumimos. Em 2018, o Brasil registrou os maiores números de desmatamento na região amazônica de toda a história e atingiu 52 hectares da Amazônia por dia. 

Existem várias teorias sobre o futuro da Amazônia caso os desmatamentos não diminuam. Uma das principais teses aponta para a savanização, ou seja, a transformação da densa floresta em uma vegetação rala. Uma sucessão de eventos trágicos poderia piorar ainda mais as coisas, levando à formação de um deserto.

Por isso, no post de hoje, decidimos falar um pouco sobre o que é desertificação e qual é o nosso papel para combatê-la. Quer saber mais sobre o assunto? Continue a leitura do conteúdo que preparamos.

O que é desertificação?

O processo de desertificação é definido como uma degradação ambiental causada pelo manejo inadequado dos recursos naturais nos espaços áridos, semiáridos e subúmidos secos, que compromete os sistemas produtivos das áreas susceptíveis, os serviços ambientais e a conservação da biodiversidade. 


A desertificação do solo acontece quando ele perde a capacidade de se renovar e se torna um solo infértil, com recursos biológicos finitos. Isso pode acontecer por conta de desmatamento, queimada, falta de irrigação ou, claro, como consequência das mudanças climáticas.

A desertificação no Brasil também é um assunto alarmante. Boa parte da região semiárida está virando deserto. Essa área engloba oito estados da região Nordeste, o norte de Minas Gerais e parte do Espírito Santo, afetando  35 milhões de pessoas e causando problemas socioeconômicos e ambientais.

Quais são as causas da desertificação?

Entre as causas da desertificação, podemos destacar as atividades humanas e intensa ocupação do solo, assim como o desmatamento, a irrigação inadequada, o uso de fertilizantes químicos e a mineração.

Esse processo causa um desequilíbrio nos ecossistemas e coloca a fauna e a flora locais em risco, ameaçando a vida de milhares de espécies, inclusive a humana. Com todos esses problemas, a atividade migratória pode se intensificar, gerando desemprego e afetando a circulação de renda em diversos municípios.

Saiba quais são as formas de combate

Segundo o Secretariado da Convenção das Nações Unidas para o Combate à Desertificação (UNCDD), até 2030, 135 milhões de pessoas no mundo todo serão obrigadas a migrar devido à deterioração da terra. Porém, existem formas de combater o problema com algumas ações no dia a dia. Saiba quais são.

Repense o consumo de itens

Você já parou para pensar no consumo de água por trás das coisas que consumimos? Muitos itens que utilizamos no dia a dia gastam uma grande quantidade de água para serem produzidos. A camiseta de algodão, por exemplo,  gasta 2.700 litros para ser feita.

Para plantar o algodão, que utilizamos para fazer tecidos e roupas, gastamos água e recursos que são desviados para irrigar as plantações do material. Isso gera impactos negativos e leva à desertificação. Por isso, precisamos entender e questionar a origem do que compramos, dando preferência a peças de segunda mão ou com algodão orgânico e agroecológico.

Dê preferência a alimentos locais

A produção de alimentos também é responsável por um alto consumo de água. De acordo com a ONG Mercy for Animals, a pecuária consome ⅓ de toda a água consumida no mundo. Aqui, no blog, nós já falamos sobre o impacto negativo e o alto consumo de água na produção de alimentos de origem animal. 

Por isso, é importante lembrar de consumir alimentos locais produzidos em condições que não degradam o solo e o ambiente onde são feitos. Evitar produtos de monocultura, como a soja, que empobrecem o solo e os que não são encontrados naturalmente nas regiões onde são cultivados também são bons caminhos para evitar esse processo.  

Repense o seu voto

As políticas públicas voltadas ao meio ambiente são extremamente importantes no combate à desertificação. Por isso, precisamos entender que o nosso voto tem poder. Na hora de escolher um candidato, fique de olho em quais são as propostas para a reversão desse cenário e não deixe de cobrar ações práticas caso ele seja eleito.

Insecta: cuide do meio ambiente e faça parte da mudança com a gente

Na Insecta, acreditamos que é imprescindível perguntar quem fez, onde foi feito, e de onde vem as coisas que consumimos. Se o assunto é Meio Ambiente, o problema é de todo mundo e cada um é responsável por fazer o melhor possível. 

Aqui, no blog, você encontra outros conteúdos que podem te ajudar a repensar os hábitos de consumo e a entender como fazer parte da mudança com ações do dia a dia. Há um longo caminho pela frente, mas com pequenos passos, podemos aprender a cuidar melhor do nosso planeta.

Deixe um comentário


X vinnu_lennartc

Opssss

A gente tá trabalhando em algumas novidades e por isso a loja estará instável das 16h as 18h.

Logo, logo estaremos de volta, tá!