Fechar ícone

Conheça Linna, a nova linha da Insecta

Seta Fina Esquerda ícone
Conheça Linna, a nova linha da Insecta

E se você nunca mais precisasse comprometer estilo para ter conforto, sustentabilidade, veganismo e conveniência?⁣

E se o seu sapato mais bonito fosse também o mais confortável e o mais funcional?⁣

Desde que a Insecta nasceu, sempre fomos muito conhecidos por usar estampas sem medo, misturar cores, formas e romper padrões. Mas ao mesmo tempo que a gente sabe que você ama nossas invenções, também tem muita gente que precisa (ou prefere) de um sapato básico, neutro, mas sem deixar de ser ecosexy.

Por isso, depois de muitos pedidos, muita pesquisa e muitos testes, chegamos a um produto que é liso, mas tem a nossa cara. Com conforto, consciência, e feito do melhor jeito possível, pensando da maneira mais sustentável. 

A ideia é que você possa usar nossos sapatos em mais ocasiões. Porque afinal de contas, você não precisa de um look diferente para cada ocasião, e para ser sustentável tem que ter usabilidade, né?


Chegou a Linna, nossa linha mais ecosexy!

No melhor estilo “você pediu, a gente fez”, a linha Linna foi pensada todinha para agradar quem gostaria de calçar uma causa com a gente, mas não usa sapatos estampados ou fica longe dos coloridos. É uma linha desenvolvida para acompanhar os seus pés em momentos bem variados: do lazer até o trabalho, sempre com o visual ecosexy que a gente ama e o conforto que você não abre mão.  

 

 

O último ano trouxe muitas mudanças no comportamento de quem consome, e uma das mais fáceis de observar é a preferência pelo conforto. Teve gente que descobriu que não precisa de tantos sapatos, e teve gente que decidiu: não uso mais salto, só quero saber de rasteira.

Outra coisa que ficou evidente é que o consumidor busca, cada vez mais, adquirir menos e melhor. É preferível ter um item que passeie entre várias ocasiões e looks em vez de diversos itens ocupando espaço no guarda roupa. 

Buscando criar produtos que reúnam sustentabilidade + conforto + estética, criamos a linha Linna. Esses sapatos podem até ser parecidos com algum que você viu por aí, mas tenha certeza: eles são muito mais confortáveis. 

E apesar do visual parecido com um sapato de couro, ou com as alternativas ao couro que vemos por aí, Linna tem muito mais durabilidade estética e muito menos impacto ambiental. 


Conheça cada modelito

São três modelos com duas opções de cor: preto e creme. 

Biastini é uma tribo de abelhas cuco e também nossa nova flatform. Com cabedal e palmilha acolchoados com espuma, ela abraça o pé, num material comfy, proporcionando um conforto extremo ao andar. A construção e solado são de EVA reciclado, que proporcionam maciez na pisada.  

 

Bombini é uma tribo de grandes abelhas eriçadas e também a nossa nova rasteira. Com cabedal e palmilha acolchoados também com espuma, ela é tão confortável quanto a flatform, mas com os pés mais pertinho do chão. A construção e tacão são de borracha reciclada, a palmilha tem maxi-colmeias bem fofinhas e o salto hexagonal, também inspirado nas colmeias, é o protagonista. 

Coprini é uma tribo de escaravelhos e também nossa nova versão mais contemporânea, unissex e confortável do nosso querido Scarabeus. O novo Oxford ganha uma forma mais ampla e alongada, construção mais alta, feita em EVA reciclado, nova vira e solado em borracha reciclada laqueada, com tacão em EVA. A palmilha também tem maxi-colmeias super gordinhas.

Trabalhamos duro para chegar nessa linha linda, confortável e sustentável, mas a verdade é que ainda é super desafiador ter o produto de menor impacto possível.  


Não somos perfeitas

Na nossa busca pela maior sustentabilidade possível para esta linha, confirmamos algo que já desconfiávamos: não somos 100% sustentáveis, mas sabemos que isso infelizmente nem existe. Cada escolha feita em cada etapa do processo de desenho, desenvolvimento, produção, uso e pós-uso acarretam em um impacto no planeta.

Sustentabilidade é um conceito complexo que está relacionado a diversos parâmetros micro, como a escolha de matérias-primas e formas de desenhar os produtos, e macro, como a emissão de gás carbônico, uso de água e energia na produção dos materiais e produtos e, no limite, impacto disso no aquecimento global.

Podemos minimizar esses efeitos, mas, precisamos ser sinceros: enquanto houver consumo, haverá impacto negativo. Nesse sentido, em vez de mostrar o “quão incríveis somos”, preferimos mostrar “o quanto estamos nos esforçando e, o quanto ainda há espaço para melhorarmos.

Por isso, queremos te contar o que melhoramos e onde temos oportunidade de melhorar nessa nova coleção. Vem com a gente?


Caminhamos juntos

É um verdadeiro desafio encontrar materiais substitutos ao couro, no sentido de estética e durabilidade, que sejam verdadeiramente sustentáveis e que proporcionem conforto. A melhor alternativa que encontramos no mercado nacional foi um laminado vegano que, diferentemente de outros materiais como este, é 100% vegano, livre de metais pesados e com uma redução considerável de componentes de fontes não-renováveis - mais da metade!

Nos cabedais, também vamos usar a fibra de banana, a alternativa mais sustentável que encontramos até agora. Originada de bananeiras plantadas de maneira agroflorestal, em Santa Catarina, potencializa a biodiversidade e aproveita a parte da bananeira que seria descartada depois da colheita da banana. Infelizmente, ainda é produzida em pequena escala e de forma artesanal, então não tem a capacidade de suprir uma alta demanda.

A espuma é responsável pela maciez dos calçados, e nessa linha ela ocupa um lugar especial. O grande ponto com a espuma é que ela pode aparecer em diversas densidades e isso impacta diretamente no conforto. Um colchão, por exemplo, tem densidade entre 70-80. A espuma dos nossos calçados precisa ter densidade de 30 para ser bem macia.

Encontramos uma solução reciclada, 100% recomposta a partir de resíduos da indústria e fim de ciclo, mas ela tem densidade de 70 – é bem dura! Por enquanto, seguimos com a espuma virgem, de densidade 30, para priorizar o conforto e melhor usabilidade dos sapatos, mas é um ponto que podemos melhorar!

Usamos também borracha natural e reciclada, ambas substituindo o uso de materiais derivados do petróleo. Só aí já é uma grande vitória, mas infelizmente não conseguimos ter uma borracha 100% sustentável porque ela precisa ter parte da sua composição advinda de borracha virgem para manter sua composição e durabilidade.

A caminhada para a sustentabilidade é assim. Muita pesquisa, algumas frustrações, mas principalmente a tranquilidade de saber que estamos fazendo o possível para criar novas soluções. 


Conheça e nos conte o que achou

Agora é com você. Por aqui, estamos apaixonados por esse lançamento, que além de lindo, é confortável e muito Ecosexy. 

Mas queremos saber o que você achou, se é o básico que estava faltando no seu guarda-roupas, o quanto você vai usar, se também se apaixonou ou se gostaria de melhorar alguma coisa. 

Vamos juntos construir esse futuro possível?

Deixe um comentário