Fechar ícone

Como foi feita a coleção Retalhos?

Seta Fina Esquerda ícone Seta Fina Direita ícone
Como foi feita a coleção Retalhos?

Você já deu uma conferida na nossa coleção nova? Ela se chama Retalhos, e o nome não é por acaso: essa coleção foi todinha desenvolvida para ressignificar materiais que estavam parados aqui em novos produtos!


Quando você leva para casa um produto dessa coleção, está nos ajudando a dar vida nova a tecidos que já não estavam mais em linha, além de outros componentes como EVA, viras, solas e etc. É a circularidade acontecendo na prática!


A coleção Retalhos surgiu a partir de uma análise minuciosa do nosso inventário, onde encontramos várias oportunidades e possibilidades. Daí saíram alguns modelitos, como a rasteira Garreta, a sandália Archon e a sandália Junix, além de Argias e Cyatas de cara nova e bolsinhas de ombro bem exclusivas. 

Bom, e por que nós resolvemos revisitar o que nem estava mais em linha de produção? Porque por aqui acreditamos na máxima “o produto mais sustentável  é aquele que já existe”, e como sempre falamos sobre isso, não poderíamos deixar de colocar em prática, não é?


A nossa razão de ser já parte da ideia de reutilizar o que existe. Nascemos fazendo sapatos com roupas de brechó e tecidos sem uso, e a vontade é de cada vez aproveitar mais e mais possibilidades de implementar essa produção circular.


Provavelmente você já ouviu falar que um caminhão de lixo de têxteis é jogado em aterros sanitários ou queimado a cada segundo no mundo. Esse dado é do relatório A New Textiles Economy, feito pela Fundação Ellen MacArthur. 


Além desse número horroroso de desperdício, a pesquisa também apontou que menos de 1% das fibras têxteis usadas na produção de roupas são recicladas e destinadas para a produção de novas peças.


Tem pesquisas que concluíram que se pararmos de produzir roupas novas agora mesmo, ainda temos roupas prontas para os próximos 200 anos. 


É nessa lacuna que a gente encontra infinitas possibilidades. Já imaginou repensar, ressignificar e dar uma cara nova a tudo isso? São infinitas coleções Retalhos por aí, cheias de potencial!


Aqui no blog nós já falamos sobre a importância da Economia Circular, onde a lógica é justamente prolongar o uso do que já existe e transformar resíduos em novos insumos. É o que já fazemos quando, por exemplo, os retalhos da produção viram enchimento de palmilhas ou os próprios sapatos em fim de ciclo são desmanchados para criar novos. 


Nós também já mergulhamos muitas vezes no acervo do Banco de Tecido, que trabalha colocando de volta no mercado rolos de tecidos que não faziam mais sentido para algumas marcas, mas que ganham nova vida e novos olhares ao serem ressignificados.


O que fizemos dessa vez foi parecido, só que com o que já tínhamos em casa! Como a Insecta não cai nessa de tendências, nossos materiais, cores e estampas são atemporais. E essa é a graça da coisa: poder revisitar o que já havia sido lançado por aqui, só que de cara nova, fazendo todo sentido e sem parecer datado.


Além disso, nada como rever aquela estampa que você já ama desfilando novamente em um modelito diferente, né?


Te convidamos a dar um pulo no site para conhecer a coleção Retalhos, mas lembre-se: principalmente nos modelos estampados, não existe um par exatamente igual ao outro! Se você amou, não marque bobeira!

Deixe um comentário