Seu Carrinho
Fechar alternativas ícone
Frete Ok

Algumas Questões Sobre Nosso Desodorante De Todo Dia

Seta Fina Esquerda ícone
Algumas Questões Sobre Nosso Desodorante De Todo Dia
Entre outras coisas, nós gostamos de falar sobre cuidados pessoais e como podemos minimizar nossa rotina e escolher produtos melhores para o dia a dia. Quando dizemos “produtos melhores”, estamos nos referindo a produtos com menos impacto no meio ambiente, que são 100% livres de crueldade e feitos com a menor quantidade de ingredientes tóxicos possível. Produtos de maquiagem, dermocosméticos, pasta de dente, e até absorventes (lembra quando falamos por aqui do coletor menstrual?) contam com uma gama de opções conscientes ótimas, quando não melhores, que as convencionais que encontramos em farmácias ou mercados.  Porém, existe um produto que desafia a indústria de beleza eco-friendly todos os dias: o desodorante-antitranspirante. Para muita gente, as opções naturais e veganas disponíveis no mercado, principalmente nacional, não consegue substituir com a mesma eficácia as opções convencionais. O desodorante serve para remover o odor das axilas gerado pelo contato do suor (naturalmente inodor) com as bactérias naturais do nosso corpo, enquanto o antitranspirante funciona bloqueando a transpiração.  A maioria dos desodorantes não atua como antitranspirante, mas a maioria dos antitraspirantes atua como desodorante. Desodorante caseiro Ambos os produtos geram certa polêmica e fazem com que diversas pessoas procurem opções mais naturais não só pelo fato que as opções que encontramos em farmácias e mercados são todas de grandes empresas, como Nívea, Johnson & Johnson, e Rexona, empresas adeptas ao teste de animais e sem opções veganas, mas também porque dois ingredientes importantes estão presentes na composição desses desodorantes convencionais: alumínio e parabenos - ingredientes relacionados ao surgimento do câncer de mama, principalmente em mulheres. Essa suspeita partiu das observações que nódulos de câncer costumam aparecer com mais frequência no quadrante superior do peito, mais perto das axilas; e que supostas substâncias causadoras de câncer em antitranspirantes são absorvidas pela pele e depositadas nos gânglios linfáticos sob o braço, que não são capazes de se livrar deles suando, pois o antitranspirante os impedem de transpirar. Já os parabenos, produtos químicos utilizados como conservantes e aditivos alimentares, apareceram em alta concentração em tumores mamários em um estudo divulgado pelo INCA. Entretanto, ambas as evidências foram prontamente negadas pela American Cancer Society, mas nenhum estudo abordando a relação (ou não-relação) dos ingredientes em desodorantes com o câncer de mama foi feito nos últimos 10 anos. Se você não está muito disposto a correr o risco de usar continuamente produtos que podem ter relação com desenvolvimento de câncer ou endossar empresas que testam em animais sem necessidade, e por outro lado não encontra uma opção natural que o satisfaça, não usar nenhum produto pode ser uma opção. A jornalista Aleigh Fasanella, depois de ouvir a história de várias pessoas que abdicaram de usar desodorante, inclusive famosos como Matthew McConaughey, Cameron Diaz, e Julia Roberts, resolveu fazer o teste ela mesma e passar uma semana sem usar o produto. Em uma matéria divertida para o Refinery 29, Fasanella contou a experiência aos detalhes. Resumidamente, ela admite que passou certo aperto, principalmente porque a semana que ela escolheu foi de um calor acima da média em Nova Iorque, mas, no fim das contas, ela chegou a conclusão de que é possível ficar sem desodorante, deixando para usar o produto apenas em condições extremas de calor ou em atividades que envolvam certo exercício fisíco. Os comentários abismados, quando não inflados, gerados pela conclusão da jornalista são tão interessantes quanto a própria experiência da moça, pois mostram o quanto as pessoas não estão preparadas para desapegar do desodorante sob nenhuma circunstância, ou melhor, não estão preparadas para aceitar que outras pessoas o façam. “Como você pode achar que é possível não usar desodorante? Provavelmente as pessoas ficam tímidas em te dizer o quanto você cheira mal”, diziam alguns deles. Seja sem desodorante nenhum (opção viável para alguns organismos e inviável para muitos outros) ou testando diversas opções de desodorantes naturais para chegar no produto mais funcional para cada corpo, dar uma chance às opções não convecionais é possível. Existem diversos produtos já disponíveis no mercado brasileiro que fogem à regra e fazer o seu produto em casa pode funcionar também. Para quem se animar, deixamos aqui uma receita de desodorante caseiro com três ingredientes básicos, de fácil acesso e que não exige diploma em bioquímica para fazer dar certo. Desodorante caseiro Ingredientes:
  • ¼ xícara de chá de bicabornato de sódio
  • ¼ xícara de chá de amido de milho
  • 5 colheres de sopa de óleo de coco
  • 10 gotas de óleo essencial de sua preferencia (opcional)
Instruções: Misture tudo e guarde em um pote. O óleo de coco solidifica em temperaturas amenas e você pode aplicar como um creme ou com a ajuda de um aplicador convencional em forma de bastão.

Deixe um comentário

x