Seu Carrinho
Fechar alternativas ícone
Frete Ok

A verdade por trás dos nossos cosméticos de todo dia

Seta Fina Esquerda ícone
A verdade por trás dos nossos cosméticos de todo dia
A indústria cosmética cresce a uma taxa de 6,4% ao ano e, em 2014, já era estimada em um valor de 460 bilhões de dólares. Mas por trás desse crescimento avançado estamos nós, consumidores, que nunca antes havíamos nos questionado sobre os ingredientes desses produtos tão incorporados na nossa rotina e presentes no nosso dia a dia. A preocupação com a composição dos cosméticos que compramos começou já há algum tempo e ganhou enorme atenção com os famigerados “parabenos”. Parabenos são conservantes químicos possivelmente ligados ao desenvolvimento do câncer e outros malefícios em humanos. Assim como os parabenos, diversos ingredientes duvidosos fazem parte de produtos comuns como shampoo, hidratantes corporais, loções de barbear, desodorantes, pasta de dentes e assim por diante. Phtalatos, fragrância sintética, triclosan são só algumas das substâncias legalizadas e pouco estudadas. Apenas 10% das 80,000 substâncias químicas catalogadas na indústria de cosméticos foram testadas para a segurança de uso em humanos. Nos EUA, de onde vem grande parte dos nossos cosméticos, as próprias empresas que produzem os cosméticos são responsáveis por testar esses produtos e dizer se eles são seguros ou não, oferecendo ao público (e ao governo) resultados totalmente parciais. Essa parcialidade vem chamando cada vez mais atenção dos consumidores, que buscam alternativas fora da indústria convencional, como cosméticos certificados naturais e/ou orgânicos, ou até mesmo versões homemade e simplificadas, como o desodorante caseiro, o shampoo de bicabornato e vinagre e o óleo de coco.  Prova disso são os número: o mercado de cosméticos orgânicos e naturais vem crescendo de maneira acelerada, entre 8 a 25% ao ano, em média 10% a mais do que o mercado de cosméticos comuns. Processed with VSCOcam with f2 preset Pode parecer um pouco estranho e até mesmo difícil, mas criar o hábito de ler os rótulo e evitar a lista de ingredientes nocivos é um dos primeiros passos para evitar esses ingredientes duvidosos. Escolher empresas certificadas e conscientes é outro passo que pode facilitar o seu dia a dia e suas compras. Para entender um pouco mais, e de maneira totalmente dinâmica, os problemas envoltos nos nossos cosméticos do dia a dia, a dica é assistir esse vídeo ótimo do Story Of Stuff para entender melhor os problemas e as soluções dessa indústria tão poderosa (e perigosa).

Deixe um comentário

x