Seu Carrinho
Fechar alternativas ícone
Frete Ok

A Green Friday Veio Propor Um Novo Olhar À Black Friday

Seta Fina Esquerda ícone
A Green Friday Veio Propor Um Novo Olhar À Black Friday

Talvez vocês estejam se perguntando por que a Insecta resolveu romper com a Black Friday e propor, ao invés de descontos que podem gerar compras impulsivas, um dia para reflexão sobre os problemas que permeiam a indústria do consumo e refletem, de maneira direta e impiedosa, no nosso planeta e na nossa vida.

O Green Friday surgiu como uma iniciativa norteada pela missão e valores da marca, onde um dos principais objetivos é incentivar novas empresas a pensarem mais verde. Estamos em um momento crucial, onde a economia, o meio ambiente e a sociedade pedem por ações melhores por parte das organizações políticas e privadas. Não é mais possível administrar novas empresas com base em velhas ideias.

Nós falamos que o primeiro passo para ser consciente na hora de comprar – e na hora de produzir produtos – é a curiosidade por informação. Nem sempre nós temos noção total do impacto das nossas ações ou o que o nosso dinheiro está financiando através da compra.

Para tornar mais clara a necessidade de falarmos cada vez mais sobre os impactos do consumo não só para fazermos escolhas de compras melhores, mas também para cobrar das empresas e do governo melhores práticas, nós trouxemos alguns dados da indústria da moda quando o assunto é meio ambiente.

GreenFriday_02

1- 1 bilhão de animais são mortos anualmente só para a indústria da moda.

Por isso, é importante que as marcas façam escolhas de produtos melhores e livres de ingredientes de origem animal. Além da crueldade para com os animais, produtos como couro e pele consomem 50% mais energia no processo de produção quando comparado a fibras de origem natural (como algodão e linho) ou sintética (como poliéster e poliuretano).

 

2 - 10% das emissões de CEO são provenientes da indústria da moda e 51% provem da criação de animais para abate. 

A moda é um dos grandes responsáveis pela poluição do ar, perdendo apenas para outras indústrias massivas como dos meios de transporte (13%) e criação de animais para abate e produção de subprodutos da indústria alimentícia (51%).

 

3 - ¼ (ou 25%) de todo o agrotóxico usado em plantações no mundo é usado em plantações de algodão.

As plantações de algodão representam apenas 3% de área plantada do planeta, mas consomem uma quantidade enorme de agrotóxicos, mais que qualquer outro tipo de plantação. Além de ser péssimo para o meio-ambiente e para os trabalhadores, o agrotóxico mata todo o ecossistema nos arredores das plantações, destruindo a fauna e a flora local.

 

4 - 80 bilhões de peças são consumidas por ano (imagine as produzidas e não vendidas!)

E o mundo só tem 7 bilhões de habitantes. Se a distribuição fosse igualitária, o que não é, cada cidadão consumiria cerca de 11 peças ao ano.

 

5 - Nos EUA, 75% das roupas são jogadas fora e apenas 15% são doadas ou recicladas. Esses 75% representam 10,5 milhões de toneladas de roupas por ano, das quais 90% poderiam ser recicladas – isso só nos EUA.

Esses dados comprovam a importância do reaproveitando e de iniciativas que prolongam a vida útil das peças já fabricadas. São 10,5 milhões de toneladas de matérias-primas (fibras, insumos químicos, água e energia) sendo indiretamente jogadas no aterro sanitário por ano. Só nos EUA.

 

6 - 40 milhões de empregados no setor têxtil e de confecção dos quais 85% são jovens mulheres de 16 a 25 anos.

 

7 - A indústria têxtil é responsável por 20% da poluição das águas do planeta.

 

8 - Além de ser uma grande consumidora também, cerca de 8. 387 bilhões de litros de água são consumidos anualmente pela indústria têxtil.

 

9 - No Brasil, o faturamento da cadeia têxtil e confecção já chegou a 58 bilhões de dólares.

Isso mostra a importância e a dimensão da indústria da moda brasileira, que emprega cerca de 1,5 milhões de trabalhadores formais e cerca de 8 milhões de trabalhadores informais. Sem dúvidas, é uma indústria impactante não só no âmbito da economia, como também no âmbito socioambiental.

 

Depois de toda essa informação, nessa Black Friday (e em todos os outros dias) nossa dica é pensar bem antes de comprar. Você realmente precisa do produto que está desejando? 

Comentários sobre esta postagem (2)

  • Nov 29, 2019

    Isso mesmo! Concordo com tudo e já faço parte do time que pensa antes de comprar qualquer coisa. Obrigada por compartilhar esse conhecimento e que atinjam e mudem cada vez mais consumidores no mundo.

    — Kallyanne

  • Nov 28, 2019

    Adorei! Por mais informações desse tipo, é que sejam mais acessíveis. O Brasil é um país altamente consumista e devemos rever os nossos conceitos: assim como as grandes potências consumidoras.

    — Natalia

Deixe um comentário

x