Seu Carrinho
Fechar alternativas ícone

5 Livros Para (Re)Pensar Veganismo e Direitos dos Animais para Muito Além da Comida

Seta Fina Esquerda ícone
5 Livros Para (Re)Pensar Veganismo e Direitos dos Animais para Muito Além da Comida

Quem está de fora não imagina que temas como o do veganismo e direitos dos animais são amplos e estão relacionados com muitos outros assuntos e para muito além da comida.

Na mídia, essas pautas normalmente são abordadas pelo ângulo da saúde ou gerando debate sobre abandono e adoção de cães e gatos. Mas há muito mais a ser falado sobre esses temas.

Quando nos aprofundamos no debate, entendemos que veganismo e direitos dos animais são passíveis de serem abordados por meio de perspectivas filosóficas, da sociologia, da teoria e da prática, por pessoas brancas, não-brancas, pela lente espiritual, por questões de ancestralidade e além.

Com o objetivo de empurrar as fronteiras do conhecimento acerca desses temas e escapar do lugar comum, listamos 5 livros que vão te ajudar pensar veganismo e direitos dos animais de uma maneira que você nunca tinha pensado antes.

1_A Política Sexual da Carne (2012)

A escritora americana Carol J. Adams começou a pensar na interseccionalidade de feminismo e veganismo ainda nos anos 70, quando estava na faculdade. Mas foi só em 1990 que seu livro mais aclamado, A Política Sexual da Carne (The Sexual Politics of Meat: A Feminist-Vegetarian Critical Theory) veio à tona. Foram 15 anos de trabalho estudando cultura e comportamento da sociedade, a opressão e violência contra a mulher e a destruição do meio-ambiente e dos animais não-humanos para elaborar essa teoria crítica feminista-vegetariana.

É um livro afiado, capaz de nos fazer enxergar o que estamos acostumados a ver todos os dias com outros olhos e de maneira muito mais crítica. Adams tem outros livros importantes como Neither Man Nor Beast: Feminism and the Defense of Animals, The Pornography of Meat e The Vegan Studies Project: Food, Animals, and Gender in the Age of Terror. Sua publicação mais recente, The Carol J. Adams Reader: Writings and Conversations 1995-2015, reúne escritos e conversas desses 20 anos de trabalho. Infelizmente, só A Política Sexual da Carne ganhou tradução para o português por enquanto.

A Política Sexual da Carne (IBSN: 8578811151) Carol J. Adams Ed. Alaúde  

2_Libertação Animal (2010)

Publicado originalmente em 1975, o livre de Peter Singer é um dos mais famosos em se tratando de abolicionismo animal. O filósofo busca se desfazer de velhas ideias da filosofia que supervaloriza o status moral do animal humano ao expandir o conceito de moralidade e ética para um tratamento de igualdade para com os animais não-humanos. O ponto chave do pensamento de Singer é a senciencia experimentada pelos animais não-humanos,  ou seja, a sensibilidade ou capacidade de sofrimento associada à consciência desse sofrimento colocando-os como sujeitos de interesse da mesma maneira que os animais humanos. Sendo assim, ética e moral são debatidas ao longo de todo o texto e o filosofo entende que a ética é uma tarefa árdua, que envolve autosacrifício e não traz recompensas.

Mas se já era essencial falar sobre isso nos anos 70, é ainda mais essencial hoje quando pecuária e maus tratos dos animais não-humanos são um dos pilares do desequilíbrio social e ambiental se agravando a cada ano.

Libertação Animal (IBSN: 8578273125) Peter Singer Ed. WMF Martins Fontes  

3_Vegan Yoga (2014)

Conforme a prática da yoga foi se difundindo no ocidente, ela foi também perdendo sua ligação intrínseca com o vegetarianismo. Não é incomum vermos praticantes de yoga se alimentando de corpos de animais. Mas os iogues que estão mais atentos à pratica da yoga para além da relação com o corpo físico, sabem que o veganismo ou lacto-vegetarianismo é um dos caminhos necessários para a real prática desse exercício físico e espiritual.

Vegan Yoga nos expõe reflexões, dados e teorias que justificam a preocupação iogue com o cuidado com os animais e a não-violência. O livro explora o Ashtanga Yoga e o Yoga Sutra de Patanjali junto com a interpretação ahimsa. Indo além, para os interessados na Yoga e numa perspectiva espiritualizada da prática da yoga e da alimentação vegetariana, os livros de Paramahansa Yogananda também são dicas essenciais para a jornada.

Vegan Yoga (IBSN: 8598307203) Oberom OM Ed. Alfabeto  

4_Sensível ao Cuidado (2015)

Pioneiro na literatura brasileira, Sensível ao Cuidado: Uma Perspectiva Ética Ecofeminista aborda direitos dos animais, feminismo e ambientalismo a partir da teoria ecofeminista da filósofa americana Karen J Warren, responsável por escrever o respeitado Ecofeminist Phylosophy (sem tradução para o português) em  2000.

Escrito pela filósofa e ecofeminista Daniela Rosendo, o livro serve como introdução para quem está interessado em entender o ecofememinismo animalista, a interseccionalidade entre feminismo, ambientalismo e veganismo, além de oferecer insights para entender o vegetarianismo moral e como a devastação ambiental está afetando principalmente mulheres. O livro conta com introdução de Sônia T. Felipe, também filósofa sobre direitos dos animais e responsável por cunhar o termo “ecofeminismo animalista”. 

Logo na introdução, Sônia entrega sobre o ponto central do livro e da teoria de Warren: a lógica da dominação, responsável por justificar todos os tipos de opressão aos seres humanos ou não considerados inferiores na sociedade patriarcal e branca.

Sensível ao Cuidado (IBSN: 8555070325) Daniela Rosendo Ed. Prismas  

5_Sistah Vegan Anthology (2009)

Apesar de não ter tradução para o português, essa antologia não poderia faltar no debate, pois traz a visão afro-estadunidense acerca do veganismo e direitos dos animais em paralelo com questões de gênero, raça e classe.

Editado pela Dra A. Breeze Harper e com textos de diversas mulheres negras, o livro tem como missão difundir o veganismo para a comunidade negra nos Estados Unidos a partir de temas como ancestralidade, nutrição, devastação ambiental e opressão - e, ao mesmo tempo, servir como um despertar para o movimento vegano e de direitos dos animais que está deixando de lado o debate sobre raça e classe.

As palavras são afiadas e o debate é atual. Para quem lê em inglês, definitivamente um tem-que-ter na prateleira. O próximo livro deve sair ainda esse ano e abordará o movimento #BlackLivesMatter pela lente do veganismo.

Sistah Vegan Anthology (IBSN: 1590561457) Dr. A. Breeze Harper e outras. Ed. Lantern Books

Deixe um comentário